Não tem dinheiro, Cabral?

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, quando pressionado para aumentar salários de professores, bombeiros, policiais, entre outras categorias, sempre vem com a mesma resposta: suposta limitação do orçamento estadual.

Enquanto se recusa, sob esse pretexto, a conceder aumento real para os servidores, com (…)