Tag: ‘Machado de Assis’



Discursos de sobremesa

Comenta! »

Sentenças latinas, ditos históricos, versos célebres, brocardos jurídicos, máximas, é de bom aviso trazê-los contigo para os discursos de sobremesa, de felicitação ou de agradecimento.

Machado de Assis (1839-1908), escritor carioca


Definições

Comenta! »

A melhor definição do amor não vale um beijo.

Machado de Assis (1839-1908), escritor carioca


Como o vento

Comenta! »

A ausência diminui as paixões medíocres e aumenta as grandes, como o vento apaga as velas e atiça as fogueiras.

Machado de Assis (1839-1908), escritor carioca


Afeição

Comenta! »

As pessoas valem o que vale a afeição da gente, e é daí que mestre Povo tirou aquele adágio que quem o feio ama bonito lhe parece.

Machado de Assis (1839-1908), escritor carioca


Orgulho

Comenta! »

Eu não sou homem que recuse elogios. Amo-os; eles fazem bem à alma e até ao corpo. As melhores digestões da minha vida são as dos jantares em que sou brindado.

Machado de Assis (1839-1908), escritor carioca