Antropologia

Por Gustavo BarretoFecha a porta do elevador. No que o empresário megaengravatado vira para o outro e diz.

— Boa tarde — com formalidade inglesa.

— Bichinha — responde.

Espanto. Ele não sabia nem que cara fazer. Aquela empresa funciona em mais de 100 países. O código de ética é prioridade. “Bichinha”. Isso era palavra?

— Como? — tentando atenuar.

— Desculpe, estou fazendo um teste antropológico para saber como as pessoas se portam em situações inusitadas.

Pausa de dois minutos e meio.

— É você.

E sai do elevador correndo.

Share

@consciencia_net facebook.com/LosPequenosDetalhes