Pequenos Detalhes
Janeiro, fevereiro e março de 2003
.
_____________________[Renato Kress] 31 de março_____________________

Graças a Deus, Bush vence Gandhi. Enquanto o carequinha sorridente uniu apenas a Índia contra a Inglaterra, Bush e sua trupe (nota: mesmo que não exista essa palavra no dicionário) estão coneguindo unir o mundo contra eles.

_____________________[Gustavo Barreto] 29 de março_____________________

É, eu preciso aprender espanhol. Sabe como se fala "Parem a guerra" em catalão? "Aturem la Guerra". É mole?

Alessandro Molon, deputado estadual pelo PT/RJ, assumiu a presidência da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembléia Legislativa. A primeira atividade da comissão, já sob sua presidência, foi uma audiência pública para negociar uma solução para trabalhadores sem-terra acampados em Conceição de Macabu, no interior do estado.

O leitor Leandro Pereira, de Manaus, pergunta: por que vocês não abrem espaço para que leitores publiquem seus ensaios, opiniões, enfim, democratizando o jornal? E eu pergunto: por que não? Mandem seus ensaios por meio do nosso endereço eletrônico. Em breve estaremos abrindo uma nova seção, sugestão de Leandro.

Tang de Pêra é muito bom. Experimentem.
.
.

_____________________[Gustavo Barreto] 27 de março_____________________

Criaram a Lei de Incentivo à Cultura, mas esqueceram de incentivar a Lei na Cultura, ou até mesmo a Cultura da Lei. Tem muito prefeito por aí que desrespeita quase que por completo esta determinação da justiça. Nosso código de ética não permite citar nomes, como o de César Maia, prefeito do Rio de Janeiro, por exemplo.

A partir de agora a gente vai parar com essa frescura de começar com uma letra maior e colorida. Dá trabalho e a gente tem mais o que fazer. Fora toda essa louça pra lavar.

Eu tenho apenas duas mãos. E toda a informação do mundo. [Gustavo, Renato & Drummond]

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, prometeu maior autonomia para a república da Chechênia após um referendo no fim de semana que aprovou uma Constituição que ratifica o status da região como parte da Rússia. Em um encontro com o líder checheno Akhmad Kadyrov, que é alinhado com o governo russo, Putin convocou seu governo a dar início à elaboração de planos para viabilizar um acordo de divisão de poderes entre a Chechênia e o governo central.

Segundo analistas, o encontro de Putin com Kadyrov foi uma tentativa de desviar a atenção de críticas ao referendo de domingo feitas por grupos de defesa dos direitos humanos e diplomatas ocidentais. O encontro aconteceu em um momento em que aparecem sinais de uma retomada da violência na Chechênia. Na quinta-feira, na capital, Grozni, dois médicos foram encontrados mortos com ferimentos na cabeça. Na quarta-feira, quatro soldados russos morreram quando o veículo blindado em que viajavam foi explodido, em um ataque que as autoridades russas atribuem a rebeldes separatistas. [BBC Brasil]
.
..

_____________________[Renato Kress] 25 de março_____________________

Depois da Guerra.

Depois da Guerra dadaísta de George, qualquer coisa é possível. Estejam preparados para:

1 - Bush e Sharon para prêmio nobel da paz.
2 - Michael Jackson para embaixador do UNICEF.
3 - Demolição da estátua do Cristo e colocação de uma estátua do Oscar. (não o Schmidt, o do cinema)
4 - Transformação da ONU num novo complexo para os escritórios carbonizados do World Trade Center (ou, mais provável, num campo de beisebol)
4.1 - Aliás, estamos abertos a idéias sobre o que fazer com o prédio da ONU. Sugestões para o CowBush: fábrica da Coca-Cola, sede da agência internacional de "Guerras para promover a paz" etc.
5 - Uma onda generalizada de sensibilidade pacifista por parte do Democrático (ai de quem disser que não) governo americano (ou mundial?) que, reconhecendo o caráter mais "espiritual" de algumas personalidades, entidades, religiões, povos, Estados e agências, enviará a todos, com todas as despesas pagas, para um Tour no paraíso.
6 - Cesar Maia, o mala, para presidente da Associação Psiquiátrica Nacional.
7 - Paulo Coelho na ABL. (ops... viu? eu não disse?)
8 - Palau como "voto de minerva" da Agência Internacional de Guerras para Promover a Paz.
9 - Bombas inteligentes acertarem a Síria, a Turquia e o Irã. (ops... de novo)
10 - Ajuda laboratorial, digo, humanitária com comida transgênica (ops...)
11 - Lombardi fazendo a dança da bundinha no Big Brother.
12 - Nintendo lançando Street Fighter 27 Hiper Ultra Mega com novos lutadores: Colin "Punch" Powell, Mr. Bushon, Saddam (Sagat), Coréia do Norte (Ryu, e continua rindo), Palau (Ken?), Donald Rumsfeld (Blanka)...
13 - O quarto Fórum Social Mundial ser cancelado por suspeita de asilo para pensadores de destruição do pensamento de massa. Ou por claramente portarem armas químicas, como a caneta BIC.


_____________________[Renato Kress] 23 de março_____________________

É foda.

1 - O foda é que depois da pasmaceira algum corno "ex-fuzileiro" viciado em morfina, big-Mac e Coca-Cola vai voltar e fazer fortuna lançando um Best-Seller.
2 - O foda é imaginar o quanto as indústrias de brinquedos vão faturar com soldadinhos GI-Joe e similares a partir de agora. Sabe como é, formando as gerações que "construirão" o futuro.
3 - O foda é perceber que obviamente morreram (e morrerão) muito mais soldados do lado Bushista do que admitem (e admitirão) e também imaginar que, ao final da guerra, provavelmente irão vetar a contabilidade dos mortos, para anestesiar a opinião pública.


_____________________[Gustavo Barreto] 21 de março_____________________

Um tribunal dos Estados Unidos ordenou a Philip Morris a pagar US$ 10,1 bilhões a fumantes que acreditaram que seus cigarros light causavam menos danos à saúde que as marcas regulares. Os advogados da empresa informaram que vão recorrer.

_____________________[Gustavo Barreto] 20 de março_____________________

Veja detalhes sobre o conflito no Iraque diariamente. Clique aqui

_____________________[Gustavo Barreto] 19 de março_____________________

O Poder corrompe. Alguns escolhem o caminho mais fácil: ficando criticando destrutivamente. Outros, o caminho do bom senso: fazem alguma coisa para que a situação melhore. Mesmo que seja pouco, fazem a sua parte. Nenhum partido do planeta está pronto para "descorromper" o Poder. Isto faz parte de um processo de construção. Agora peguem o governo FH e peguem o governo Lula. Analisem dez questões prioritárias, como saúde, educação, previdência, segurança alimentar etc. Só tenho uma pergunta: houve ou não houve avanços? A história da humanidade tem 100 mil anos. A história do "Ocidente" (ou o que se diz de ocidente), 500. E o Brasil idem. Vamos mudar tudo em um ano?

É muito comum – no trabalho, em casa ou na escola – que os rascunhos se acumulem cada vez mais. Isto acontece porque a maioria das pessoas só utiliza um lado do papel. Tente utilizar os dois lados. Contudo, se isso realmente não for possível, há uma saída ecologicamente correta e muito útil. Faça o seguinte: Corte o rascunho de folha A4 (ou qualquer outra folha) em duas partes. Vá juntando estas partes com a superfície não utilizada para o mesmo lado. Quando completar 100 folhas (ou o desejado), vá a qualquer papelaria e faça uma encadernação a gosto. Você estará ajudando duas vezes a Natureza. Primeiro, não estará comprando novos cadernos desnecessariamente. Segundo, estará utilizando toda aquela papelada que provavelmente iria jogar fora. Respeite a sua casa, preserve a Natureza. Dica extra: coloque o logo do Consciência.Net na capa do caderno e deixe-o mais bonito.

_____________________[Gustavo Barreto] 18 de março_____________________

Lembra da Nestlé, que no dia 23 de fevereiro apareceu no Faustão e no Gugu doando quilos e mais quilos de alimentos para o programa social do governo, Fome Zero? E falando do compromisso social da empresa? A mesma que é tida como empresa que mais agrada o público brasileiro? Sabe porque ela pode doar tanto alimento? Clique aqui!
[Gustavo, completamente indignado e atingido até a alma]

_____________________[Gustavo Barreto] 17 de março_____________________

O Itamaraty criou um serviço para orientar e informar parentes e amigos de pessoas que estão em área de risco em decorrência do ataque bélico dos Estados Unidos. O e-mail é cat@mre.gov.br

Há um grande preconceito em relação ao Oriente Médio. Quando um atentado ocorre na Irlanda, por exemplo, fala-se em atentado político do IRA. Quando ocorre no Oriente Médio, o nome dado é “fanatismo muçulmano”. O problema não é a tensão existente no Oriente Médio – muitos lugares do planeta são tensos. O problema é que nesta região há tensão e muito petróleo. A análise é do chefe do departamento de História da Unicamp e professor da USP, em entrevista hoje à rádio CBN.

E, ainda hoje, ouvi de um repórter: “Marechal Rondon com movimentação intensa”. Até o marechal está inquieto com a política de Bush. Gandhi já deve ter pulado do túmulo há algum tempo e Hitler deve estar dormindo em ‘paz’.

_____________________[Gustavo Barreto] 11 de março_____________________

O presidente Inácio informou nesta terça (11) que o governo federal está liberando um bilhão e quatrocentos milhões de reais para obras de infra-estrutura e disse que vai fiscalizar de perto o destino destas verbas. Cidades das cinco regiões do Brasil serão beneficiadas. Para que a liberação se torne efetiva, o Ministério das Cidades – que está nas mãos do ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra – terá importante papel na administração dos recursos.

Em pouco tempo, o governo petista já se mostra mais eficaz e mais produtivo do que oito anos de politicagem fernandista. Os erros existem, mas em número astronomicamente menor em relação à última administração.

_____________________[Gustavo Barreto] 8 de março_____________________

Apenas para esclarecer um pouco mais. Para conseguir aprovação da ONU em relação ao uso da força contra o Iraque, os Estados Unidos precisam de 9 dos 15 votos do Conselho de Segurança, sendo que cinco países têm o poder de veto, ou seja, se apenas um deles forem contra, nada feito. São eles Estados Unidos, Reino Unido, Rússia, China e França.

O Reino Unido não é exatamente um país, pois é composto por Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e Canadá (?). Este último dizem que faz parte do Reino Unido no papel.

Quem manda é o primeiro-ministro da Inglaterra. A parte sul da Irlanda – a República da Irlanda, capital Dublin – é totalmente independente desde 1949.

Para nossa sorte, três países com poder de veto – China, Rússia e França – já se decidiram contra qualquer tipo de ação militar. E outros países que têm um voto no CS, como o México e o Chile, fazem discursos pacifistas.

De qualquer maneira, a guerra parece próxima, mesmo para alguns antes otimistas. O único problema é que o Bush é mesmo uma porta. Ou melhor, nem isso. A minha porta, pelo menos, nunca foi de falar besteira. E sempre ouve atentamente meus comentários.

Ou melhor: pau-mandado. Não sejamos ingênuos de pensar que alguém tão idiota - estou usando palavras do ministro do Exterior do Iraque, Naji Sabri - seria eleito por acaso. Algumas evidências já monstram, por exemplo, que Reagan fez papel de rainha da Inglaterra durante sua monarquia de 8 anos na década de 80.

_____________________[Gustavo Barreto] 7 de março_____________________

Como já divulgado amplamente pelo jornal: No Iraque, de massa, só macarrão mesmo. Ou nem isso, devido ao embargo econômico criminoso de 12 anos promovido pelos Estados Unidos. Há, não esqueçamos, o outro grande erro: ter apoiado Saddam rumo ao poder no passado.

Não foi o terrorismo que se mundializou, e sim o sofrimento humano. O que milhões e milhões de inocentes sempre sofreram em todo o mundo devido, em parte, à prepotência norte-americana, os Estados Unidos conheceram de perto no 11 de setembro. Não há vingança nem rancor com traços de antiamericanismo, apenas uma triste constatação.

Cada vez que você deixa de ajudar uma pessoa carente, duas pessoas são prejudicadas: você e esta pessoa. E assim nos tornamos escravos da violência e do medo. Ou, como costuma dizer o humanista Gabriel O Pensador, “escravos da nossa falta de atitude”.

Conhecem o “militante coca-cola”? É só balançar que ele perde o gás.

_____________________[Gustavo Barreto] 6 de março_____________________

Primeiro o Fernandinho Beira-Mar. Depois o Garotinho. Agora é o meu editor de texto [Word] que tem ligações com o tráfico de drogas. Sempre que eu tento escrever “pô”, ele corrige e coloca “pó” no lugar. Assim não dá, pó!

O que é uma socialite? Qual a definição? É uma categoria? Coisas que eu não aprendi ainda.

_____________________[Gustavo Barreto] 4 de março_____________________

Consciência culinária: para não se queimar no fogão com os saltos suicidas de gotas quentes, coloque uma pitada de sal antes de colocar o óleo na panela.

_____________________[Gustavo Barreto] 3 de março_____________________

O jornal The New York Times já conseguiu provar que as eleições para a presidência nos Estados Unidos foram, no mínimo, pegando leve, muito estranhas. O que eu não conseguia entender era o porquê de tanta passividade popular diante de uma quase declarada fraude eleitoral. Recente pesquisa me tirou esta dúvida: antes mesmo do ocorrido, os americanos já viam o processo eleitoral como um “mero instrumento para satisfazer a vontade das grandes corporações financeiras”. Governo do povo? E depois falam do Iraque. Tsc, tsc.

Nigéria. Analistas dizem que o elevado número de baixas entre policiais mostra a dificuldade de controlar os ânimos no país. As eleições de abril devem piorar ainda mais a situação coisas. Desde o fim do regime militar, há quatro anos, estima-se que 100 mil pessoas tenham morrido em conflitos políticos, étnicos ou religiosos. [Reuters Brasil]

_____________________[Gustavo Barreto] 2 de março_____________________

“A única luta que se perde é a que se abandona”.

As pessoas querem mudar o mundo e se esquecem de mudar os seus próprios mundos. A possibilidade de uma mudança externa é conseqüência de uma mudança interna.

Escrevi isso há algum tempo. Reproduzo agora: “Os exploradores de petróleo e gás querem governos fracos inicialmente, para entrar e dominar a região. Em um segundo momento, uma vez dentro, querem governos fortes, para que não haja concorrência em relação à exploração do petróleo (principalmente) e para que o interesse dos países mais desenvolvidos seja mantido. É ‘perigoso’ tentar introduzir a democracia, diria até que impossível de se pensar, pois há o grande risco de que um governo contrário aos interesses dos Estados Unidos e de seus aliados se instale, ainda mais na Liga Árabe – formada por 22 países –, onde a influência da cultura dita ocidental (em especial a norte-americana) é muito pequena, praticamente desprezível”. Foi no ano passado. Achei hoje, perdido na redação do jornal. Concordo comigo mesmo.

Nova forma surrealista de ler: coloque uma revista aberta em cima de uma mesa com um ventilador ligado no nível mais fraco, apontado para a revista. Leia a página em questão. Quando o vento virar aleatoriamente a página, não questione. Continue lendo como se fosse a continuação da última coisa que leu. Repita o processo e, no final, faça um artigo sobre os assuntos picotados que leu, unificando-os. Eis que surgirá um texto surrealista. Talvez até saia algo interessante. Terá mais nexo do que o discurso pró-guerra, isso eu garanto.

_____________________[Gustavo Barreto] Primeiro de março_____________________

Sempre fico em dúvida entre o trabalho e a diversão. Ambos são excepcionais argumentadores.

_____________________[Gustavo Barreto] 25 de fevereiro_____________________

Hoje um e-mail de mala direta me deu bom dia. Mesmo que eu veja mais pessoas do que e-mails, este foi o único bom dia que eu recebi. Coisas da modernidade.

_____________________[Renato Kress] 24 de fevereiro_____________________

1. Benedita no Governo => Rosinha concorrendo => Crime abundando nas ruas => Culpa da Bené, claro. => Rosinha governadora.

2. Rosinha no Governo => Garotinho recheado (desde a semana passada) de acusações sérias que não consegue (nem sabe) negar => Situação preta para a Governadora => Crime abundando nas ruas => Atenção desviada. (Não é teoria da conspiração, é quebra cabeça com os FATOS).

3. No teto do quarto de D.Pedro II no museu imperial está a sigla "PT" nos quatro cantos. Como todos sabemos, Pedro II era um intelectual de primeira (ou um grande oráculo).

4. Visitem o Museu Imperial em Petrópolis, vale a pena. (Mesmo que só para patinar por lá).

_____________________[Renato Kress] 21 de fevereiro_____________________

1. Para todos os racistas, bonita mesmo era a AFROdite.

_____________________[Gustavo Barreto] 20 de fevereiro_____________________

Neste domingo, 23 de fevereiro, às 10:00h, em frente ao Sindicato do Chopp no Leme, ocorre importante manifestação contra a instalação do museu Guggenheim no Rio de Janeiro. Leia por que somos contra o projeto.

O dito "reacionário" se prende ao passado. O dito "progressista" pensa no futuro. Quem tem bom senso olha para os dois lados.

O jornalista Marcos Alexandre, diretor do Sindicato dos Professores, mandou e-mail ao Pasquim 21 para informar que a UniverCidade cortou dos seus cursos a disciplina de língua portuguesa, demitindo 80 professores. Afinal, pra quê jornalistas precisam saber escrever certo? Questão de coerência, já que o próprio jornalismo tupiniquim anda meio (bondade minha) mal das pernas.

_____________________[Gustavo Barreto] 19 de fevereiro_____________________

MAPA: UOL
"Os países do Leste Europeu que tentam entrar na União Européia perderam uma grande oportunidade de ficarem calados", diz Jacques Chirac, presidente da França, em relação ao apoio que os países do Leste Europeu dariam aos norte-americanos. Finalmente alguém falou!

"Neste momento, acho estaríamos em boa situação ficando com a resolução 1441", diz Gerhard Schröder, primeiro-ministro da Alemanha. Mais um!

"Se eles [os norte-americanos] querem ir lá sozinhos, eles podem ir totalmente sozinhos, mas nós dizemos que eles devem ir com a autorização das Nações Unidas. Se não for assim, o sistema internacional de paz e segurança provavelmente ficará mais desestabilizado do que precisa", disse Jean Chretien, primeiro-ministro canadense. Até o Canadá!

"Tamanho de protesto é como pensar 'Bem, eu vou decidir meu plano baseado em um determinado grupo'. O papel de um líder é decidir seu plano baseado em segurança, nesse caso, na segurança do povo". Adivinha quem falou esta? Sim, ele, o grande, o caubói, Super Bush! Alguém entendeu?

"A China sempre acreditou que a questão iraquiana precisa ser solucionada no âmbito das Nações Unidas". Zhang! Não, não é o barulho de um raio, é o nome do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do país. Zhang Qiyue. Mais um pro time dos sem camisa.

Apesar de toda a gritaria, os americanos já começaram a agir, como nos mostra a Agência Estado. Aliás, como demostram os números, a guerra que mais mata - a econômica - já começou há mais de 12 anos no Iraque.

Deu na coluna do Ancelmo Gois de hoje: Apesar de estar em período de inscrição de disciplinas, a Escola de Comunicação da UFRJ colocou no site da Direção Adjunta de Graduação a seguinte mensagem para seus alunos: “Não adianta telefonar para a ECO! Não estamos atendendo!”

Eu, por mera coincidência, estudo lá. Ou pelo menos estudava.

_____________________[Renato & Gustavo] 18 de fevereiro_____________________

1. Através de um acessor - do qual molho sistematicamente a mão - na u-haiti rause, consegui o título do próximo relatório do Collin Powell: "Os Hits da OPEP", ou: "Por que pacificar se você pode pasteurizar?"

2.Tô bolando uma teoria de que todas as palavras, ou conceitos, cargos, etc. com o prefixo "contra" foram inventados pela massa do PSTU (por que PSTU não tem povo, gente, galera, adeptos, tem massa). Pensem por exemplo em contra-filé, contra-regra, contra-ponto, contra... CONTRACENSO.

3."Já pensou o dia em que o Papa se tocar / e sair pelado pela Itália a cantar / hehe, haha / Quando acabar o maluco sou eu!!!'' - Raul Seixas. O nexo disso no meio dos pequenos detalhes? Ora... O nexo do ataque ao Iraque!

4. Entendi!!! O Bush é dadaísta!!!
[Renato]

O Bush é um ótimo publicitário. Conseguiu reunir 50 milhões de pessoas no mundo inteiro lutando pela mesma causa e ainda tem um público alvo: a população civil iraquiana.

Musiquinha cantada no protesto do dia 15, no Rio de Janeiro: "O Bush é um bom companheiro / O Bush é um bom companheiro / O Bush é um bom companheiro... / Ninguém pode negar / Senão ele manda matar / Senão ele manda matar".

Esses e-mails de propaganda que o jornal recebe já estão confundindo nossa cabeça. A gente já tá trocando tudo e lendo "Increase your debt" e "Reduce your penis".

Ministro das Finanças da Alemanha durante a Segunda Guerra: Dr. Funk. Será que era por isso que tava 'bombando' por lá?
[Gustavo]

O que é um cigarro de maconha no Consciência.Net? Baseado em fatos reais.
[Renato e Gustavo]

___________________[Hugo Marcello] 15 de fevereiro___________________

Quando muita gente achava que Funk carioca, Bonde do Tigrão, sertanejos, axé music, Kelly Key e afins eram o fundo do poço surge um tal de MC Serginho acompanhado por uma bicha esquelética para provar que não devemos substimar o mal...

Saudades da bunda da Carla Perez...

___________________[Renato & Gustavo] 13 de fevereiro___________________

1. Eu acho que o Excelentíssimo Inácio nunca deveria ter ido a Davos. Que negócio é esse de ficar por perto para verificar os planos de quem quer ferrar com o povo brasileiro e terceiro-mundista em geral? O lance é ficar balançando bandeira por "um mundo melhor" e não participar do Clube do Bolinha do Bush e amiguinhos. O nosso querido presidente, como inocente que é (aliás, políticos em geral o são, principalmente um que chega à Presidência de um país como o Brasil), poderia se sentir carente no meio daquela turminha estranha e acabar mimetisando as idéias dos malvados em Davos. Concordo com o pessoal esclarecido do PSTU: a idéia toda é permanecer ignorando a realidade econômica e política internacional, ficar gritando que é FORA ALCA e FORA FMI. Estratégia política pra quê?

2. Quanto ao FOME ZERO um taxista me falou hoje que: "Lula fez bobagem em iniciar o programa agora". O que me asustou não foi exatamente a falta de humanidade completa do tal taxista, já que havia um exemplar da VEJA embaixo do banco dele, perto da caixa de marchas. Vocês sabem: quem lê VEJA anda de ré. [Renato]

Admito que tô começando a gostar de Heloísa Helena. Se ela sair, eu vou atrás. Peço desculpas pelo que falei nesta seção, no dia 4 de fevereiro. [Gustavo]

_________________[Renato, Gustavo & Carol] 12 de fevereiro_________________

Sugiro a leitura do texto O caos urbano, de Débora Motta [seção Cidadania]. É sem a menor sombra de dúvida um dos melhores, mais conscientes e mais profundos textos que li em toda a minha vida.

Parar de sonhar(,) na realidade(,) é muito grave.
[Gustavo]

A realidade é muito grave. Mas se o sonho também não for agudo... que diferença faz?
[Carol]

O Consciência.Net é o jornal com os editores de maior QI - Quociente de Indignação - do Brasil.

Nosso QI não vê credo, raça, partido, título ou tendência. Direitos humanos: é aí que mora a paz.
[Gustavo e Renato]

_____________________[Gustavo Barreto] 8 de fevereiro_____________________

Endossando recente artigo que escrevi, comenta um amigo meu: "O diretor de redação do Jornal do Brasil, Nilo Dante, disse que não ia cobrir o Fórum Social Mundial porque não queria ver 'aquele bando de desocupados' no jornal dele".

A ironia é como o drible do Garrincha. É sempre o mesmo, mas sempre dá certo.

Eu fico na minha. Sabe como é, eu sou apenas mais um rapaz da latrina americana.

_____________________[Gustavo Barreto] 5 de fevereiro_____________________

Tenho certeza de que foi muito proveitosa a ida de Lula a Davos e aos outros países da Europa, a fim de conseguir apoio para o programa de combate à fome no Brasil e no mundo. Porém é um erro brutal ele não se mobilizar a nível nacional para que os aumentos dos salários e dos benefícios dos parlamentares seja revisto. É ridículo tentar arranjar verba para os indigentes e, ao mesmo tempo, manter tais privilégios. [Leia mais na opinião de Jurema Cappelletti, seção Cartas, e de Elio Gaspari, em Opinião]

O pseudo-filósofo Olavo de Carvalho é editor, juntamente com Sandro Guidalli, de um pseudo-jornal entitulado Mídia Sem Máscara [www.midiasemmascara.org/]. O mais interessante é que, na seção de Links, dois jornais: Estado de S. Paulo e Zero Hora. Estão lendo os jornais certos, pensei.

E dizem que é assim mesmo. Que sou muito sonhador. Muito romântico. "Põe os pés no chão, garoto!" E vêm eles com as velhas teses maniqueístas lembradas por Bordieu, do "nunca visto", ou do "sempre foi assim". Não vai dar certo. Mas eu continuo sonhando, em alguns momentos com medo de perder meu romantismo ativo, propositivo e construtivo. Daí eu leio um artigo como o de Dioclécio Luz, "Flexões e reflexões do jornalismo" [seção Mídia]. E minhas vontades e esperanças se renovam. Brigadão, cara.

_____________________[Gustavo Barreto] 4 de fevereiro_____________________

Acho que a esquerda "radical" do PT deveria fazer as malas e ir pro PSTU ou para qualquer um desses partidos que ficam gritando muito e propondo pouco. Até agora houve muita baderna, mas ninguém respondeu: o que eles - os malas - propõe que o Palocci faça neste momento?

Se o Lindberg for continuar dizendo as mesmas frases que falava no PSTU, é melhor ele voltar para lá. E a senadora Heloísa Helena devia arranjar um emprego na revista Veja, porque eles estão adorando isso tudo. A instabilidade desnecessária da base governista deve provocar diversos orgasmos na imprensa destrutiva do País.

_____________________[Gustavo Barreto] 19 de janeiro_____________________

Você já viu o Brizola no Jornal Nacional? Tô pagando cem pratas pra quem mandar a fita com estas imagens surreais.

Triste notar a economização do jornalismo. A publicidade invade cada vez mais as cabeças dos jornalistas e redações do País e do mundo. Nos jornais e revistas impressos (e também na tevê, por que não?), não temos mais chamadas jornalísticas; temos slogans. Tudo para chamar a atenção do leitor, que deixou de ser leitor; é "público-alvo".

O brasileiro é um sujeito muito bem informado. Lê (pasmem), em média, cinco jornais por dia. É verdade, basta observar. Olhe para uma banca de jornal. O cara dá uma olhada na primeira página dos principais jornais e está apto a discutir toda a vida política, cultural, econômica e social do planeta.

E o pior é que, em muitos casos, você abre a notícia e vê quase que o oposto do que sugeria a cham... quer dizer, o slogan.

Não, não é maldade. É descaso inconsciente mesmo, questão de princípios (antiéticos, no caso). O interesse é financeiro, acima de tudo. A informação é brinde, para preencher a vida de tempo (e não o oposto).

_____________________[Gustavo Barreto] 12 de janeiro_____________________

Olhando para o teto, onde o Renato guardou as caixas de leite aqui em casa, fiz um pequeno poema de duas linhas:

Leite faz bem
Lei: te faz bem


Primeira Página | Opinião | Pequenos detalhes
Consciência.Net