Iraque tenta reaproximação com vizinhos árabes; Saddam prevê 'decadência irreversível' dos EUA
Bagdá. O governo iraquiano, que teme um ataque militar americano de grande envergadura, tenta a reaproximação com os vizinhos árabes, entre eles a Arábia Saudita, com quem rompeu relações desde a Guerra do Golfo, em 1991. “É hora de abrir uma nova página nas relações entre os países árabes e esquecer as diferenças – afirma nesta quarta-feira o jornal Baas, órgão oficial do partido do governo. O Iraque apóia também a realização de uma reunião de cúpula árabe, em março, em Beirute.

Saddam prevê 'decadência irreversível' dos EUA

    O presidente do Iraque, Saddam Hussein, manteve uma atitude de desafio em relação aos Estados Unidos, prognosticando a decadência irreversível do país. A declaração foi feita nesta quinta, em discurso transmitido pela televisão estatal, lembrando o 11° aniversário da Guerra do Golfo. “A falta de freios dos Estados Unidos será mortal para o país e anuncia sua decadência irreversível rumo ao abismo”, declarou Hussein.

Fonte: JB, 16 e 17/Jan


Consciência.Net