Veja nunca mais

* * *
To: [email protected]
Cc: [email protected]

Caro Redator.
Sou assinante de Veja e estou esperando acabar o meu contrato para nunca mais na minha vida, voltar a assinar Veja. Acho que Veja perdeu o rumo da dignidade, verdade, seriedade e outros fatores que fazem que a imprensa seja séria. É uma pena que isso esteja acontecendo. Pois com a campanha aberta e repugnante que estão fazendo para o Alckmin é ridicula. Vocês deviam chamar Veja PSDB. E o Diogo Mainardi, onde arrumaram essa anta direitista? Só sabe falar mal do Lula e do PT. Ele deve ser do Diretório Nacional do PSDB e fazer parte da comissão de campanha do Alckmin. Sinto saudade do tempo que Veja era séria. Os eleitores do Lula com certeza no Mato Grosso do Sul não assinarão mais Veja.
Atenciosamente

-----------------------------------
Celso Marlei dos Santos, de Mato Grosso do Sul, 16/10/2006


* * *
Dias atrás minha filha recebeu uma proposta da revista Veja. Para assinatura de um ano com 40% de desconto,  pagamento em até seis vezes. Realmente a oferta é boa mas felizmente não temos nemhum interesse nessa imprensa enganosa. Tanto fizeram contra o governo do presidente Lula e seus ministros, assim como contra os dirigentes do PT, que até de graça ficaria cara. Alguns diriam que os dirigentes do Partido dos Trabalhadores cometeram erros. Entendemos que são erros estruturais, que devem ser combatidos em todos os segmentos politicos e não só contra o PT e seus eleitos.

Outra coisa nos chama atenção que no folder mostra capas ilustrativas de edições publicadas anteriormente, todas com temas variados, algumas já com mais de 30 anos, muito chamativas.  Então, as capas comprometedoras contra o nosso presidente Lula  e seus governo, nessas alturas não servem. Olha, nós somos bobos, mas palhaços não. Cometemos falhas, mas burros diplomados não somos. Essa gente safada, poderia ser autentica, fazendo propaganda com o que  entendem bem que é mentir, levar informações enganosas para a sociedade, querendo desestruturar um governo legítimo, que está mais que dando conta do recado, está dando certo.

Para vender a assinatura, o marketing  é enganoso, bem apropriado dessa revista, mostrando uma face atrativa, só que depois publicam o que bem entendem e nós ficaremos com o lixo da enganação. Infelizmente no passado assinamos essa revista mentirosa, mas graças a Deus hoje temos toda a disposição para combate-la.

-----------------------------------
Rogero Spisla, 29/7/2006


* * *
Tomei vergonha na cara e decidi não renovar essa porcaria de revista!!!

-----------------------------------
Luis, de Taipas (SP), 1/7/2006


* * *
Só quero passar a entender, como pode uma revista com tamanha oligarquia admitir denúncias de reportagens enganosas expostas via internet sem nenhum interesse em procurar defender-se? Ou tenho que admitir minha odiosa teoria, que neste país de futebol, carnaval e bananas só consegue viver nele quem tiver mesmo saco maior do que de PAPAI-NOEL! Não sou assinante, e como poderia SER? Não gosto de ser comparada aos tupiniquins e tão pouco aos milagrosos cidadãos dos interiores desta cidade (caipiras), que lá se vive porque também lá nada acontece, e se acontece, ninguém quer saber. O que mais me admira é que todo ano são colocados as fornadas doutores de leis, etc., para tornar este país menos medíocre e mais humano. Se aqui tudo pode e acontece é porque Deus deu a todos os países um bem maravilhoso mas sempre com uma compensação, e a nossa compensação por tantas maravilhas desta terra, é este povinho sem eira e nem beira que ajuda a levar nosso Brasil ao caos.

-----------------------------------
Lucinda Rolnic Rodrigues, 4/6/2006


* * *
NUNCA mais darei qualquer credibilidade à revista Veja, nem mesmo que ela mudasse de nome! para mim essa marca não honrou o compromisso que qualquer meio de comunicação deve ter em sua própria essência. É uma grande COVARDIA usar um meio de comunicação de tamanho alcance para enganar as pessoas. Em nosso país não pode mais haver espaço para esse tipo de sujeira.

Tiago Guanais, 31/5/2006


* * *
Eu acho que o boicote não tem que se limitar a Veja, mas a tudo que saia desta pocilga [N.E.: curral de porcos] chamada Editora Abril. Eu cancelei minhas assinaturas (de outras revistas, uma vez que esta asquerosidade nunca assinei), não volto a assinar ou comprar absolutamente nada desta Editora.

Paulo, 20/5/2006


* * *
Nunca assinei, mas faço uma campanha diária para que quem assina deixe de fazê-lo, já convenci meu dentista a mudar de Veja e Isto é, para Caros Amigos e Carta Capital, os seus clientes nem notaram a diferença, mas a longo prazo sentirão a diferença em suas mentes... OBS: Por que não fazemos propaganda voluntária para trocar de assistir o jornal noturno, do SBT, Globo e etc... Pelo Jornal Da Cultura que é o de melhor qualidade dentre os outros...

Marco Aurélio, 26/4/2006
.
-----------------------------------
COMENTÁRIOS DE UMA EDITORA CONSCIÊNCIA.NET: "O Jornal da Cultura é propaganda explícita do Governo Fascistóide Tucanístico de São Paulo. BA-LE-LA."

Não concorda? Opine!


* * *
Foi difícil. Foram mais de 15 anos assinando a revista que abria meus domingos toda a semana. A Veja ocupou lá em casa o lugar da Manchete, com aquelas fotos grandonas. No começo era isso, um punhado de fotos. Depois foram os textos, a tentativa de enteder o que estava escrito. Depois da adolescência, das aulas de história, das viagens, das conversas entre amigos e definitivamente depois da invenção da internet não deu mais pra segurar.... nem as fotos valiam a assinatura de mais de 15 anos e nenhum brinde que prestasse. Minha mãe disse tchau a um dos maiores vícios dos nossos domingos.

Clarissa Tag, 26 anos, do Rio de Janeiro, em 22/4/2006


* * *
A primeira vez que cancelei a assinatura de Veja foi na década de 70, quando ela afirmou que Geisel era um dos grandes estadistas da história do Brasil. Mais tarde caí na besteira de assinar novamente. E de novo, outra 'surpresa' durante a campanha Diretas Já. Desde então não assinei mais. Leio eventualmente, como leio todas as posições políticas. Mas já é rara a minha leitura. Cansei desse jornalismo mau caráter, das reportagens mentirosas e distorcidas. Tenho mais o que fazer. E que ler.  Não gasto mais minha energia com coisa ruim.

Léo Moraes, 21/4/2006


* * *
Faz tempo que deixei de assinar essa revista mentirosa, preconceituosa, mais exatamente depois que ela expôs a foto do Cazuza no auge da agonia só pra vender revista. O pior nessa revista é que ela se presta a fofocas, propaganda enganosa e a construção de politicos de direita e servidores do capitalismo e de politicas de morte e de degeneração da ética em nosso país.

Leliz da Silveira, 4/4/2006


* * *
Cancelei minha assinatura!!! Não gasto mais dinheiro assinando esse panfleto tucano. Cancelei minha assinatura e farei da Carta Capital. Esta é comprometida com a verdade e com a isenção jornalística. Chega de manipulação. Ler a Veja é ser ludibriado pelas elites dominantes deste país. Veja: ópio da desinformação!!!

‘rdaveis’, 9/1/2006


* * *
Consegui convencer um colega a cancelar a assinatura do panfleto da direita golpista. Atualmente estou tentando convencer uma amiga a cancelar também. A luta continua!

Erton B. Teixeira, bancário, 29/12/2005.


* * *
Desde quando consegui convencer todos aqui de casa que assinar Veja é gastar dinheiro com um panfleto político da família Civita.

Paulo Marçaioli, estudante de Jornalismo e História, 11/12/2005, à Redação Consciência.Net


* * *
VEJA representa o que há de mais reacionário  no mundo da informação. É MENTIROSA, PRECONCEITUOSA E DEFENSORA DO GRANDE CAPITAL INTERNACIONAL. ASSINAR VEJA,  EU, NUNCA. DEUS ME LIVRE.

Gilvan Freitas, 9/12/2005, à Redação Consciência.Net


* * *
Há muitos anos que não leio esta famigerada revista e rasgo qualquer exemplar que encontro para impedir a contaminação de outros cidadãos com as suas deslavadas mentiras. Também já convenci dois amigos a cancelarem assinaturas não só de Veja mas, tambem da Época e Isto é, que tambem não são flores que se cheire.

Hugo Hermida ([email protected]), 6/12/2005.


* * *
cancelei minha assinatura de mais de vinte anos.

Fernando Humberto dos Santos, Professor de Direito Civil da PUC/MG e Juiz de direito em Belo Horizonte, 17/4/2005, à Redação Consciência.Net

 
------------------------------------------
------------------------------------------
Visite também:
—>.Busca no site
—>.Café da Manhã
—>.Mapa da revista
—>.Principal

------------------------------------------
Consciência.Net