Ministério da Saúde divulga cartilha sobre a Dengue para esclarecer dúvidas
O Ministério da Saúde acaba de divulgar uma cartilha para tirar as dúvidas mais recentes que surgiram entre a população:

Todo Aedes aegypti transmite a dengue?
Não há motivo de pânico. Nem todo Aedes aegypt está contaminado. Só os que picarem você.

Acabei de ser picado por um Aedes aegypti. O que devo fazer?
O local da picada está infectado. A solução é evitar que o sangue da região se espalhe pelo corpo. Pegue um O.B. ou um Tampax e insira rapidamente na ferida, de modo que o absorvente sugue o sangue contaminado. Se o O.B. ou o Tampax não couber na picada, pegue uma faca e alargue a ferida, até que haja espaço suficiente para a inserção do absorvente.

Quando tomo banho, fico com o umbigo cheio díágua. Meu umbigo é um foco para larvas da dengue?
Sim. O melhor a fazer é não lavar o umbigo, pois o Aedes aegypti gosta de água limpa. Deixe a água que se acumula no seu umbigo sempre suja.

Não importa o que eu faça, sempre há mosquitos em minha casa. O que posso fazer para dormir seguro?
Nesse caso, pegue um pote raso e deposite um pouco de seu sangue no recipiente. Em vez de o Aedes aegypti picar você para se alimentar, o mosquito irá direto ao pote, para poupar trabalho.

Se eu pegar um Aedes aegypt morto e o prender com fita durex na parede da minha casa, outros mosquitos ficarão intimidados e abandonarão o local?
Não. Os Aedes aegypti não se intimidam diante de cadáveres de amigos mortos. Como o próprio nome diz, o mosquito vem do Egito, onde a população é muçulmana. O Aedes aegypt encara a morte de seus companheiros como um sacrifício pela causa de sua espécie. Ver um cadáver de um colega exposto só vai aumentar seus brios e o ímpeto de seus ataques.

O combate à dengue parece ineficaz. A culpa é do governo?
Não. A culpa é sua, que escolheu a atual administração do Estado. Boa sorte no próximo voto, caso você sobreviva à dengue hemorrágica.



Consciência.Net