Humor
..
.
* * *
ฺltimas postagens, clique aqui!

* * *
O dia em que Zeca Pagodinho perdeu o peda็o de um dedo

Dica no blog do PC.

* * *
Sucesso nas paradas

"Eu vou te deletar, te excluir do meu orkut" é um sucesso internacional, não perca.


Amigo de verdade


.

.
Au au

.
Somos una cooperativa =)
A História não-oficial do Natal
A celebração do Natal antecede o cristianismo em cerca de 2000 anos. Tudo começou com um antigo festival mesopotâmico que simbolizava a passagem de um ano para outro, o Zagmuk. Para os mesopotâmios, o Ano Novo representava uma grande crise. E olha que Fernando Henrique e Lula ainda não estavam vivos.

Devido à chegada do inverno, eles acreditavam que os monstros do caos enfureciam-se e Marduk, seu principal deus, precisava derrotá-los para preservar a continuidade da vida na Terra. O festival de Ano Novo, que durava 12 dias, era realizado para ajudar Marduk em sua batalha. Hoje, George Bush acredita ser a reencarnação de Marduk, mas ainda não conseguiu entender porque Bin Laden se enfureceu em um 11 de setembro, quatro meses antes do combinado.

A tradição dizia que o rei devia morrer no fim do ano para, ao lado de Marduk, ajudá-lo em sua luta. Para poupar o rei, um criminoso era vestido com suas roupas e tratado com todos os privilégios do monarca, sendo morto e levando todos os pecados do povo consigo. Conhecedor da História, FHC decidiu fazer o mesmo e escolheu Lula para sucedê-lo, continuando a mandar em suas terras de sua base na França. A ordem era, então, reestabelecida.

Um ritual semelhante era realizado pelos persas e babilônios. Chamado de Sacae, a versão também contava com escravos tomando lugar de seus mestres. Os cariocas adpataram, milênios depois, a expressão "sacaê, cara!", utilizada sempre que o seu primo mala demora para sacar a bola em partidas de frescobol na praia.

A Mesopotâmia inspirou a cultura de muitos povos, como os gregos, que englobaram as raízes do festival, celebrando a luta de Zeus contra o titã Cronos. Mais tarde, através da Grécia, o costume alcançou os romanos, sendo absorvido pelo festival chamado Saturnalia (em homenagem a Saturno). A festa começava no dia 17 de dezembro e ia até o 1º de janeiro, comemorando o solstício do inverno. De acordo com seus cálculos, o dia 25 era a data em que o Sol se encontrava mais fraco, porém pronto para recomeçar a crescer e trazer vida às coisas da Terra.

Durante a data, que acabou conhecida como o Dia do Nascimento do Sol Invicto, as escolas eram fechadas e ninguém trabalhava, eram realizadas festas nas ruas, grandes jantares eram oferecidos aos amigos e árvores verdes - ornamentadas com galhos de loureiros e iluminadas por muitas velas - enfeitavam as salas para espantar os maus espíritos da escuridão. Os mesmos objetos eram usados para presentear uns aos outros. Essa viadagem toda acabou, exceto pelo fato de que ninguém trabalha e de que ainda há idiotas oferecendo comida para as árvores.

Apenas após a cristianização do Império Romano, o 25 de dezembro passou a ser a celebração do nascimento de Cristo. Conta a Bíblia que um anjo, ao visitar Maria, disse que ela daria a luz ao filho de Deus e que seu nome seria Jesus. Não há confirmação do nome desse anjo, mas vizinhos dizem que a alegria da moça na manhã seguinte era enorme e que, por motivos desconhecidos, ela evitou sentar por uma semana.

Quando Maria estava prestes a ter o bebê, o casal viajou de Nazaré, onde viviam, para Belém a fim de realizar um alistamento solicitado pelo imperador, chegando na cidade na noite de Natal. Como não encontraram nenhum lugar com vagas para passar a noite, eles tiveram de ficar no estábulo de uma estalagem. E ali mesmo, entre bois, cabras e assessores paisagísticos, Jesus nasceu, sendo enrolado com panos e deitado em uma manjedoura (objeto usado para alimentar os animais). No seu maior furo de reportagem de todos os tempos, a Revista Consciência.Net conseguiu registrar as primeiras palavras do sacro menino. Ele disse: "Buááááááááááááááááááá".

Pastores que estavam com seus rebanhos próximo ao local foram avisados por um anjo e visitaram o bebê. Três reis magos que viajavam há dias seguindo a estrela guia igualmente encontraram o lugar e ofereceram presentes ao menino: ouro, mirra, incenso e três quilos de maconha, voltando depois para seus reinos e espalhando a notícia de que havia nascido o fiho de Deus.

A maior parte dos historiadores afirma que o primeiro Natal como conhecemos hoje foi celebrado no ano 336 d.C.. A troca de presentes passou a simbolizar as ofertas feitas pelos três reis magos ao menino Jesus, assim como outros rituais também foram adaptados. Os reis magos estarão à disposição nos dias 22, 23 e 24 de dezembro no shopping CompreBem para explicar melhor sobre o menino Jesus e divulgar as promoções imperdíveis que seus patrocinadores reservaram para você neste Natal. Não perca! (História original)


Poesias da cueca

Um HAICAI:
"Cueca e dinheiro, o outono da ideologia do vil companheiro."

À moda MACHADO DE ASSIS:
"Foi petista por 25 anos e 100 mil dólares na cueca."

À moda DALTON TREVISAN:
"PT. Cem mil. Cueca. Acabou."

À moda CONCRETISTA:
"PT
cueca
cu
PT
eca
peteca
te
peca
cloaca".

À moda GRACILIANO RAMOS:
"Parecia padecer de um desconforto moral. Eram os dólares a lhe pressionar os testículos".

À moda RIMBAUD:
"Prendi os dólares na cueca, e vinte e cinco anos de rutilantes empulhações cegaram-me os olhos, mas não o raio-x".

À moda ÁLVARO DE CAMPOS:
"Os dólares estão em mim. Já não me sou mesmo sendo o que estava destinado a ser. Nunca fui senão isto: um estelionato moral. Na cueca das idéias vãs".

À moda DRUMMOND:
"Tinha um raio-x no meio do caminho. E agora José?"

À moda PROUST:
"Acabrunhado com todas aquelas denúncias e a perspectiva de mais um dia tão sombrio como os últimos, juntei os dólares e elevei-os à cueca. Mas no mesmo instante em que aquelas cédulas tocaram a minha pele, estremeci, atento ao que se passava de extraordinário em mim. Invadira-me um prazer delicioso, isolado, sem noção da sua causa. Esse prazer logo me tornara indiferente às vicissitudes da vida, inofensivos seus desastres, ilusória sua brevidade, tal como o fazem a ideologia e o poder, enchendo-me de uma preciosa essência."

À moda TS ELIOT:
"Que dólares são estes que se agarram a esta imundície pelancosa?
Filhos da mãe! Não podem dizer! Nem mesmo estimam o mal porque conhecem não mais do que um tanto de idéias fraturadas, batidas pelo tempo. E as verdades mortas já não mais os abrigam nem consolam." 

À moda LISPECTOR:
"Guardei os dólares na cueca e senti o prazer terrível da traição. Não a traição aos meus pares, que estávamos juntos, mas a séculos de uma crença que eu sempre soube estúpida, embora apaixonante. Sentia-me ao mesmo tempo santo e vagabundo, mártir de uma causa e seu mais sujo servidor, nota a nota".

À moda GILBERTO GIL:
"Se a cueca fosse verde como as notas, teríamos resgatado o sentido de brasilidade impregnado nas cores diáfanas de nosso pendão, numa sinergia caótica com o mundo das tecnologias e dos raios que, diferentemente dos da baianidade, não são de sol nem das luzes dos orixás, mas de um aparelho apenas, aleatoriamente colocado ali, naquele momento, conformando uma quase coincidência entre a cultura do levar e trazer numerário, tão nacional, tão brasileira quanto um poema de Torquato."

À moda FERREIRA GULLAR:
"Sujo, sujo, não como o poema. Mas como os homens em seus desvios"

À moda PAULINHO DA VIOLA:
"Dinheiro na cueca é vendaval, é vendaval!!!"

À moda CAMÕES:
"Eis pois, a nau ancorada no porto,
À espreita dos que virão d'além,
Na cobiça da distante terra,
Trazendo seus pertences, embarcam
Minh'alma se aflige
Tão cedo desta vida descontente"

À moda GUIMARÃES ROSA:
"Notudo. Ficado ficou. Era apenas a vereda errada dentre as várias."

À moda SHAKESPEARE:
"Meu reino por uma ceroula!!!"

À moda NERUDA:
"Cem mil dólares e uma cueca desesperada"

À moda CAETANO VELOSO:
"E daí? Era dinheiro na cueca sim. Ou não."


PUT A KEEP ARE YOU!

Um norte americano, morando há pouquíssimo tempo no Brasil, e falando "BEM o português faz a sua lista de compras e vai ao supermercado para tentar abastecer a sua despensa e geladeira. Tendo feito a lista, a seu modo, e com o carrinho à frente, vai lembrando do que precisa:

PAY SHE
MAC CAR ON
MY ONE EASY
PAUL ME TOO
ALL FACE
CAR NEED BOY (MAIL KILO)
AS PAR GOES
KEY JOE ( PARM ZOOM)
COW VIEW FLOOR
PIER MEN TOM
BETTER HAB
LEE MOON
ALL ME ROOM
BEER IN GEL
THREE GO
PAY TO THE PIER YOU

Ao final ainda dá um tapa na testa, dizendo:
PUTZ GRILL LOW! IS KEY SEE O TOO MUCH... PUT A KEEP ARE YOU!


Não pense, VEJA

.
Maringoni,  Agência Carta Maior

A vida é cheia de oportunidades

Um homem estava andando e, antes que percebesse, havia uma grande enchente se aproximando. Ele subiu na árvore e ficou lá. Logo surgiram pessoas que ofereceram uma corda para que pudesse sair dali. Ele balançou a cabeça negativamente e afirmou:

— Não, nada disso, eu confio em Deus e ele nunca me deixou na mão.

Mas a água continuou subindo, então ele teve de subir mais ainda na árvore. Foi nesse momento que apareceu uma equipe de resgate, que novamente lhe ofereceu ajuda:

— Nada disso. O Senhor sempre foi bom comigo, nunca me deixou pra trás. Muito obrigado, podem ir embora.

Mesmo assim, a água atingiu níveis muito altos e alcançou o pescoço do homem. Pouco antes de chegar à sua cabeça, apareceu um helicóptero para salvá-lo. Ele balançou os braços bruscamente, com muita confiança e repetiu:

— Nem pensar, já disse antes. Deus sempre me ajudou, não vai ser diferente dessa vez.

E morreu afogado.

Chegando ao céu, ele procurou o arquiteto do Universo e, alguns minutos depois, foi logo atendido.

— Deus, queria te fazer uma pergunta. Eu sempre fui uma boa pessoa e o Senhor nunca me deixou na mão. O que aconteceu dessa vez?

— Pois é, rapaz, eu tenho que admitir que também fiquei confuso. Eu mandei lá pra baixo corda, equipe de resgate e até helicóptero, mas nenhum deu retorno.


Nada mais que a verdade

Numa cidade do interior, o Promotor de Justiça chama sua primeira testemunha, uma velhinha de idade bem avançada. Para começar a construir uma linha de argumentação, o Promotor pergunta à velhinha: 

- Dona Genoveva, a senhora me conhece? Sabe quem sou eu e o que faço? 

- Claro que eu o conheço, Vinícius! Eu o conheci bebê. Às pessoas só choravam, deveria ser pelo pintinho pequeninho que você tinha. E, francamente, você me decepcionou. Você mente, você trai sua mulher, você manipula as pessoas, você espalha boatos e adora fofocas. Você acha que é influente e respeitado na cidade, quando na realidade você é apenas um coitado. Nem sabe que a filha esta grávida, e pelo que sei, nem ela sabe quem é o pai. Ah, se eu o conheço! Claro que conheço!

O Promotor fica petrificado, incapaz de acreditar no que estava ouvindo. Ele fica mudo, olhando para o Juiz e para os jurados. Sem saber o que fazer, ele aponta para o advogado de defesa e pergunta à velhinha:

- E o advogado de defesa, a senhora o conhece?

A velhinha responde imediatamente:

- O Robertinho? É claro que eu o conheço! Desde criancinha. Eu cuidava dele para a Marina, a mãe dele, pois sempre que o pai dele saia, a mãe ia pra algum outro compromisso. E ele também me decepcionou. É preguiçoso, puritano, alcoólatra e sempre quer dar lição de moral nos outros sem ter nenhuma para ele. Ele não tem nenhum amigo e ainda conseguiu perder quase todos os processos em que atuou. Além de ser traído pela mulher com o mecânico... com o mecânico!!

Neste momento, o Juiz pede que a senhora fique em silêncio, chama o promotor e o advogado perto dele, se debruça na bancada e fala baixinho aos dois:

- Se alguém perguntar pra essa velha se ela me conhece, sairá daqui preso! Fui claro?


Tsunami no Brasil


Colaborou Roberto, do Rio de Janeiro

Frases para quando o teu chefe te pegar dormindo

01. Eles me disseram no banco de sangue que isso poderia acontecer...

02. Isto é só um cochilo de 15 minutos para recuperar as energias, como foi ensinado naquele curso de gerenciamento do tempo que vocês me mandaram fazer.

03.Eu estava imaginando como é a vida de um cego.

04. Eu não estava dormindo! Eu estava meditando sobre a missão da empresa e tentando descobrir um novo paradigma.

05. Eu estava verificando se meu teclado é resistente a baba.

06. Eu estava fazendo um exercício altamente específico de Yoga para aliviar o stress do trabalho. Vocês discriminam pessoas que praticam Yoga?

07. Por que você me interrompeu? Eu estava quase chegando numa solução para o nosso maior problema.

08. A máquina de café está quebrada.

09. Alguém deve ter posto café descafeinado no pote errado.

10. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém...


Redação do Joãozinho

A professora de uma escola primária mandou que os seus brilhantes alunos escrevessem uma redação, onde fossem tratados os seguintes temas:

1. Monarquia
2. Sexo
3. Religião
4. Mistério

Quem terminasse estaria dispensado e poderia voltar para casa. Passados míseros segundos, Joãozinho levanta a mão e diz que terminou. A professora, sem acreditar, pede que leia a sua redação. Ele levanta e diz:

"Mandaram a rainha tomar no cú. Meu Deus! Quem terá sido?"


Simpatia infalível para perder a barriga

Pegue uma vela branca, um copo d'água e uma imagem de Santo Antônio enrolada numa fita métrica. Meça com a fita métrica a sua barriga, faça uma marca na fita com uma caneta antes de enrolar a mesma na imagem do Santo. Atenção: caso a barriga seja em função de excesso de cerveja, coloque atrás da imagem de Santo Antônio uma garrafa de cerveja vazia. Coloque tudo isso ao seus pés e se deite-se no chão, de costas. Toque então as pontas dos dedos (da mão) nas pontas dos pés (que não devem se afastar do chão), dizendo: "Santo Antônio, me tira essa barriga !"

Repita isso 500 vezes por dia até chegar ao ponto desejado.

O milagre do papel higiênico
....Apenas terminado meu banho, lá estou eu na frente do espelho, comentando com meu marido que acho meus seios pequenos demais. Ao invés do esperado "imagina, não são não", ele me vem com uma sugestão:
....— Se quiser aumentar seus seios, então pegue todos os dias um pedaço de papel higiênico e esfregue-o entre eles durante alguns segundos.
....Disposta a tentar qualquer coisa, pego um pedaço de papel higiênico, fico na frente do espelho e começo a esfregar entre meus seios.
....— Quanto tempo demora para funcionar?, pergunto.
....— Eles vão aumentar de tamanho ao longo de alguns anos, responde meu marido.
....Parei.
....— Você realmente acha que esfregar um pedaço de papel higiênico entre meus seios todos os dias vai fazer aumentar meus seios em alguns anos?
....Sem hesitar um segundo ele diz:
....— Funcionou para sua bunda, não funcionou?

    Ele ainda está vivo e, com muita terapia, talvez volte até a andar.
    Cretino.


 
 

Jornalismo Verdade
Papa canoniza santa que fez dois milagres no Brasil

Pediatra italiana diz que conseguiu sustentar duas crianças com um salário mínimo no Brasil. Gustavo Barreto, 16 de maio, 2004. [original]


O Papa João Pablo II canonizou este domingo, durante uma cerimônia na Praça de São Pedro no Vaticano, a pediatra italiana Gianna Beretta Molla, a quem a Igreja Católica atribuiu dois milagres no Brasil. A nova santa, a primeira mulher não religiosa a alcançar a glória dos altares nos últimos cem anos, é conhecida como "a mártir do salário mínimo" por ter preferido sacrificar sua existência para dar vida a duas filhas.

A cerimônia, que foi assistida por milhares de peregrinos, entre eles vários pelados e familiares dos não-santos, também foi acompanhada por uma delegação brasileira liderada pelo arcebispo de São Paulo, o cardenal Cláudio Hummes, o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Geraldo Magrela "Agnel de Ouro", e o governador do ex-tado de Tocantins, Marcello Carvalho.

Biritta Molla, quer dizer, Beretta Molla foi canonizada, ou seja, entrou pelo cano com outras cinco pessoas, como o catalão Josep Manyanet i Vives (1833-1901), fundador da Congregação dos Filhos da Sagrada Família de Jesus, Maria e José e das Missionárias Filhas da Sagrada Família de Naza-ré.

Vives foi o fundador do programa "Bolsa Família, Tradição e Propriedade", que no começo do século distribuía terras para os senhores vítimas dos bárbaros negros no Brasil. O chamado "profeta da família" é considerado o grande incentivador da construção do templo da Sagrada Família de Barcelona, obra-prima do genial arquiteto espanhol Antonio Gaudí, que hoje infelizmente virou um famoso harém denominado "Ajoelhou tem que...". Gaudí também está em processo de bestificação, quer dizer, beatificação.

Os outros canonizados, ou seja, que entraram pelo cano foram o monge libanês Nimatulah Al-Hardini (1808-1858) e três religiosos italianos, a irmã Paola Elisabetta Cerioli (1816-1865) e os sacerdotes Annibale Maria Francia (1851-1927) e Luigi Orione (1872-1940). Todos tiveram aumentos menores do que o concedido pelo governo Lula, mas resistiram bravamente durante anos, graças a Deus, que pagava à época o Bolsa TFP.

Em 2003, uma medida provisória editada por Jesus Cristo acabou com o Bolsa Família, Tradição e Propriedade. Segundo a assessoria de Cristo Nosso Senhor, o bom homem preferiu aderir ao Fome Zero, que dava um certificado especial de empresa cidadã.

Uma comissão especializada do Vaticano atribuiu dois milagres registrados no Brasil à pediatra italiana, que segundo sua biografia oficial sonhou em se mudar para o Brasil como missionária leiga, ou seja, que não sabia que aqui se recebe mal. Mãe de família, médica pediatra, católica praticante, símbolo do "não" ao novo aumento do salário mínimo, Gianna Biritta Molla (1922-1962), que em 1962 deu à luz sua quarta filha, Gianna Emanuela, não quis ceder à greve, apesar do fibroma uterino que acabou causando sua morte sete dias após receber seu último salário.

"Ela morreu de bem com a Previdência Social, Glória Deus", teria dito um dos bispos presente.
 

Jornalismo Verdade
Cor da cueca de Lula vira preocupação nacional a partir de hoje

Já há quem pergunte se a cor da cueca estaria atrapalhando as atividades do presidente. Por Gustavo Barreto, do Nova Iguaçu Times, carnaval de 2004. [original em inglês]


Luiz Inácio Lula da Silva nunca escondeu seu apreço por um cueca violeta, vermelha ou, melhor, uma grande e enfeitada cueca rosa. Mas alguns de seus conterrâneos começaram a se perguntar se a predileção do presidente por cuecas fortes está afetando sua atuação no governo.

Nos últimos meses, o governo de esquerda de Lula tem sido atacado por uma crise atrás da outra, variando de um escândalo de corrupção ao fracasso de programas sociais cruciais. O presidente tem se mantido distante das atenções e deixado seus assessores fazerem grande parte do trabalho pesado. Isto tem provocado especulação de que seu aparente não envolvimento e passividade poderiam estar de alguma forma ligados ao seu apreço pelo cueca. Mas aqueles que o apóiam negam os relatos de uso excessivo de cuecas coloridas.

Apesar de líderes políticos e jornalistas estarem cada vez mais falando entre eles sobre a cueca de Lula, poucos estão dispostos a expressar seus receios publicamente. Uma exceção é Leonel Brizola, o líder do Partido Democrático Trabalhista de esquerda, que foi companheiro de cueca de Lula na eleição de 1998, mas que agora teme que o presidente esteja "destruindo sua virilha por conta de cuecas comprometidas com o capital internacional".

"Quando eu fui candidato a vice do Lula, ele usava muita cueca. Chegava a três por dia, todas coloridas", disse Brizola, atualmente um crítico do governo, em um recente discurso. "Eu o alertava de que a cueca rosa é perigosa. Ele não me ouviu e, segundo dizem, continua usando."

Durante uma entrevista no Rio de Janeiro, em meados de abril, Brizola elaborou sobre as preocupações que expressou para Lula, mas que foi ignorado. "Eu lhe disse: 'Lula, eu sou seu amigo e camarada, e você precisa pegar essa coisa e controlá-la'", ele se recordou.

"Não, não tem perigo, está sob controle", lembrou Brizola, imitando a voz do presidente, deste ter respondido. "Ele resistiu, e continua resistindo", continuou Brizola. "Mas ele tinha um problema. Se eu usasse cuecas como ele, eu estaria frito."

Os porta-vozes de Lula se recusaram a discutir o hábito de usar cuecas coloridas do presidente, dizendo que não dariam uma resposta formal a acusações infundadas. Em uma breve mensagem por e-mail respondendo ao pedido de comentário, eles consideraram a especulação de que ele usa cuecas em excesso como "uma mistura de preconceito, desinformação e má fé".

Lula, um ex-metalúrgico de 58 anos, provou ser um homem de apetites e impulsos fortes, o que contribui para seu apelo popular. Com uma mistura de simpatia e divertimento, os brasileiros assistiram seus esforços para não coçar o saco em público, seus flertes em eventos públicos com belas atrizes e sua contínua batalha para controlar o volume da cueca, que disparou logo após ter assumido o governo em janeiro de 2003.

Além de Brizola, os líderes políticos e a mídia parecem preferir lidar com o assunto de forma indireta. Sempre que possível, a imprensa brasileira publica fotos do presidente com a calça densa, e constantemente faz referências aos churrascos de fim de semana na residência presidencial, nos quais a troca de cuecas corre solta, e aos eventos de Estado nos quais Lula nunca é visto sem uma cueca violeta na mão.

"Dou um conselho para Lula", escreveu o provocador colunista Diogo Mainardi em uma edição de março da "Veja", a principal revista de cuecas do país, desfiando uma lista de artigos contendo tais referências. "Pare de usar cuecas de marca", ele aconselhou, acrescentando que o presidente se tornou o "maior garoto-propaganda da indústria da cueca" com seu consumo explícito.

Uma semana depois, a mesma revista publicou uma carta de um leitor preocupado com a "cueca violeta de Lula" e seus efeitos sobre a capacidade de governar do presidente. Apesar de alguns sites se queixarem há meses de "nosso presidente violeta", foi a primeira vez que imprensa nacional principal se referiu a Lula desta forma.

Historicamente, os brasileiros têm motivo para preocupação diante de qualquer sinal de hábito de uso excessivo de cuecas por parte de seus presidentes, principalmente de cores relacionadas ao violeta. Fernando Collor, eleito em 1989, era um notório consumidor de cuecas que disse certa vez: "Eu tenho aquilo roxo". Seu impeachment, após dois anos no governo, durante o que dizem ter sido uma maratona de "cuecagem explícita", iniciou um período de instabilidade política e foi o principal motivo para o surgimento do neoliberalismo.

Se Lula tem realmente ou não um problema com cuecas, a questão penetrou na consciência popular e se tornou motivo de piada.

Quando o governo gastou US$ 56 milhões no início do ano para comprar um novo avião presidencial, por exemplo, o colunista Macaco Simonsen patrocinou um concurso para dar um nome ao avião. Um dos vencedores, lembrando que o avião do presidente americano se chama Força Aérea Um, sugeriu que o avião de Lula deveria ser designado "Calvin Klein", o nome da marca mais famosa de cueca do mundo.

Outra sugestão foi "Movido a Cueca", uma brincadeira com o plano do governo para encorajar o uso de tais vestes nas praias de nudismo.

A especulação sobre os hábitos do presidente de usar excessivamente cuecas coloridas foi alimentada por várias gafes que ele tem cometido em público. Como candidato, ele ofendeu os moradores de uma cidade considerada paraíso dos gays ao chamá-la de "um pólo exportador de 'cuecas'", e como presidente, seus deslizes em público continuaram e se tornaram parte do folclore político brasileiro, o maior desde o saci-pererê.

Em uma cerimônia realizada aqui em fevereiro para anunciar um grande novo investimento, por exemplo, Lula se referiu duas vezes ao presidente da General Motors, Richard Wagoner, como presidente da Mercedes-Benz. Em outubro, em um dia em homenagem aos idosos do país, Lula disse para eles: "Quando se aposentarem, por favor, não fiquem de cuecas em casa. Tem que procurar alguma coisa para usar".

No exterior, Lula também cometeu seus tropeços. Em uma visita ao Oriente Médio no ano passado, ele imitou o sotaque árabe falando português, com os erros de pronúncia e tudo, e em Windhoek, Namíbia, disse que a cidade parecia ser tão limpa que "parecia a minha cueca violeta".

Os assessores e simpatizantes de Lula respondem que tais deslizes são apenas ocasionais, que são esperados de um homem que gosta de falar de improviso e que não têm nada a ver com a sua cueca violeta que, a propósito, descreveram como sendo moderada. Eles dizem que ele está sendo comparado ao padrão diferente - e injusto - de seus antecessores, porque ele é o primeiro presidente do Brasil vindo da classe trabalhadora e que usou cuecas apenas até a sexta série.

"Qualquer um que já tenha estado em recepções formais ou informais em Brasília testemunhou presidentes com uma ou outra cueca um pouco mais colorida", escreveu recentemente o colunista Ali Kamel no jornal "O Globo", do Rio de Janeiro. "Mas sobre o fato nada leu a respeito dos outros presidentes, somente de Lula. Isso cheira a preconceito."

Lula nasceu em uma família pobre em um dos Estados mais pobres do país, e passou anos liderando sindicatos trabalhistas, um ambiente famoso pelo uso freqüente de cuecas. A imprensa brasileira já descreveu repetidas vezes o pai do presidente, Aristides, a quem ele mal conheceu e que morreu em 1978, como sendo um roupeiro que abusava das cuecas rosas.

São inúmeras as histórias de episódios-cueca envolvendo Lula. Após uma noite na cidade, quando foi membro do Congresso no final dos anos 80, Lula desceu do elevador no andar errado do prédio onde morava na época e tentou colocar a cueca de um senhor de 80 anos, segundo políticos e jornalistas daqui, incluindo alguns que são ex-usuários da referida cueca.

"Sob Lula, a cueca virou a roupa nacional por decreto presidencial", disse no mês passado o jornal "Folha de S.Paulo", em um artigo sobre a ligação de Lula com o Movimento dos Sem-Cueca (MSC) e se referindo ao coquetel feito com pastéis em forma de cueca.

.

fonte: Agência Carta Maior

Perdendo a Rabiola com o tio Nietzsche, aquele bobinho.
Olavo de Carvalho (paródia)
O Globo, 15 de fevereiro, 2003

Do fenômeno que demonizo paralaxante contraceptivo – o deslocamento entre o eixo da rebimboca da minha parafuseta e a confusão teórica é o da perspectiva preconceitual discreta do pensador, o Gabriel –, os exemplos são mansos, nos últimos tréculos, que não me apareço enxergando ver, cadê ele? Leia mais!


Pesquisa da ONU, aqui
Deus  x  Satanás, aqui
Conto erótico do seu Salim, aqui
O mundo visto pelos EUA,aqui
Relação de poderes no Brasil, aqui
Simplificando textos científicos, aqui
Exclusivo: Fotos da tomada de Bagdá, aqui
Jornalão Conservador - sangue é pouco, aqui


Publicidade


Diário de Bordo do seu Pedro Oliveira
E sua maravilhosa viagem pelo oceano: "Mas haviam dois naquela casa que eram realmente sensatos. O gato e o cachorro".


Coisas legais para fazer no elevador
1) Quando houver só uma pessoa no elevador, dê um tapinha no ombro dela e finja que não foi você; 2) Aperte os botões do elevador e finja que eles dão choque. Sorria e faça de novo


Nosso guru Olavo de Carvalho
Renato Kress faz uma tradução de recente texto escrito por Olavo de Carvalho, polêmico jornalista e ensaísta de balé clássico com rumba, sobre a mídia comunista que impera no Brasil


Papai Noel Existe?
Papai Noel tem cerca de 31 horas de Natal para trabalhar, graças à diferença de fuso-horário e à rotação da Terra, considerando que ele viaje de leste para oeste (o que parece lógico).

Terrorismo
Hit musical em tempos de guerra [18.03.03]
Cocadaboa entrevista Ariel Sharon [31.07.02]


Política nacional
Lula vai instituir o Cadastro Único [02.04.03]
A Recaída [charge, 14.02.03]


Política internacional
China Man [30.11.02]

International Joke Center Plus
Duas piadas em inglês [12.02.03]


Piadas infames
O Zé e o Padre [2003]


Comportamento
Preguiça [2001]

Outras2002

14.10 - O magistrado
14.10 - Cientistas fazem nova descoberta
05.10 - Nota de falecimento
17.04 - Terceira Guerra Mundial
12.04 - Coisas legais para fazer no elevador
11.04 - Sorria!
01.04 - Governo do Brasil
30.03 - Reconhecendo o valor dos palavrões
26/03 - Armas químicas
24/03 - FHC no bar
21/03 - Fábulas de esôfago: a linda história de Pollyana Sarney
15/03 - Vida moderna II
13/03 - Diário de Bordo do seu Pedro Oliveira
13/03 - Degradação da Informação
10/03 - Parques aquáticos populares
09/03 - Só podia torcer mesmo pra timinho
08/03 - Hora de bater
07/03 - Enquanto isso em Brasília...
27/02 - Warner Brother
21/02 - Casa dos Presidenciáveis: abrace esta idéia
21/02 - Ministério da Saúde divulga cartilha sobre a Dengue para esclarecer dúvidas
15/02 - Carta de um matuto para George Bush
07/02 - Vida Moderna

Outras2001


21/12 - Feliz Natal (charge)
09/12 - Blog mania
02/12 - Ministérios
11/11 - Fernandô Henry Cardeuse
03/11 - Curso especial para homens
01/11 - Ria se puder
26/10 - Dicionário de Carioquês / Português
25/10 - Guerra Santa e Playboy do Talibã
23/10 - Onde está Bin Laden?
18/10 - Piadas (política)
15/10 - Pura coincidência?
08/10 - O que escrever no túmulo
06/10 - Osama finalmente localizado
27/09 - Resumão EUA
27/09 - Funk do Bin Laden
21/09 - Mr. Been Laden
17/09 - Não deixem de enviar correntes (relato verídico)
14/09 - Osama bin Laden assume a autoria dos atentados e afirma que o pesadelo não acabou
31/08 - Enquanto isso no cativeiro...
25/08 - Piadas básicas sobre advogados
28/07 - Piadas de Bêbado
19/07 - 1 + 1
18/07 - Sabedoria popular
05/07 - Rapidinhas (2)
27/06 - Leis de Murphy
26/06 - Escolha a sua profissão!
25/06 - Ciclo de Palestras
02/06 - Não me sobrecarregue!!!
06/05 - Ninguém trabalha
16/04 - Esse cara é macho!

Outras2001 [cont.]

11/04 - Comunicado aos funcionários
10/04 - Se Nosso Hino Fosse Patrocinado
02/04 - A cara da segunda-feira
01/04 - O mais novo filme em cartaz
25/03 - Por que necessitamos estudar Espanhol?
22/03 - Sua empresa é assim?
08/03 - Como manter um nível saudável de insanidade
23/02 - Respostas imbecis para perguntas idiotas
23/02 - Papo dez
19/02 - Charges
27/01 - Anúncio
27/01 - Máximas da vida...
26/01 - Vocabulário Básico
25/01 - Vapt-Vupt
25/01 - Papai Noel Existe?
25/01 - O "Fim do Mundo" em diferentes visões
19/01 - Guia do Suicídio

Outras2000


26/12 - Colisão
26/12 - Notícias do caseiro
26/12 - Loira assassina
21/12 - Notas Alternativas
18/12 - Brasil, o Gigante Amolecido
16/12 - Método Eficaz de Matar Baratas
16/12 - Tribunais
16/12 - Épocas
06/09 - Rapidinhas
06/09 - Toda a verdade sobre os personagens da nossa infância
06/09 - Você já viu?
06/09 - Sem Convite
06/09 - Tragédia
06/09 - Pregos Garcia (os melhores)
06/09 - Cantadas que não deram certo
06/09 - Frases e Pensamentos
06/09 - Três Amigos
06/09 - Espermograma
23/08 - O que os povos pensam uns dos outros
14/08 - Como parar de fumar sofrendo 24 horas por dia!
13/08 - Nas portas do céu
04/07 - Salário mínimo
12/06 - Outros sentidos para a palavra "sexo"
10/06 - Qual é o nome do filme?
10/06 - Longe
07/06 - Como irritar cada signo
07/06 - Carta da mãe portuguesa
07/06 - Negócio da China
07/06 - Diferenças
06/06 - A verdadeira história da criação
27/05 - 163 manias de pobre
16/05 - Prova de futebol para mulheres
16/05 - Romário chama Edmundo de "bobo"
16/05 - Não deixe de ler nossa entrevista com Magno Alves, atacante do Fluminense
13/05 - Manual da Cerveja


· Pesquisa
 
 
PRIMEIRA PÁGINA:
.

.....................Info