bolinha de papel

EXCLUSIVO! João Gilberto fala sobre a bolinha de papel #SerraRojas #boladepapelfacts

Gustavo Barreto | 21 de outubro de 2010 | Área(s): diario | Comentários (1)


Na última quarta-feira (20), o candidato à presidência da República pelo PSDB, José Serra, foi atingido por uma bolinha de papel na cabeça. Serra teve de ser levado, após telefonema, para o hospital, onde o médico pelo incidente. A violência do episódio fez com que o tucano ficasse 24 horas de repouso. A reportagem não conseguiu informações sobre o estado de saúde de Serra.

Abaixo, repercutimos uma fala de João Gilberto sobre o tema, citando o antigo músico Geraldo Pereira.

João Gilberto afirma: “Só tenho medo da falseta,
Mas adoro a Julieta como adoro
Ah Papai do Céu
Quero seu amor, minha santinha
Mas só não quero que me faça de bolinha de papel”

Segundo o músico, para evitar que se torne uma bolinha de papel, ele faria qualquer coisa: “Tiro você do emprego,
Dou-lhe amor e sossego,
Vou ao banco e tiro tudo pra gente gastar
Posso, Julieta, lhe mostrar a caderneta
Se você duvidar”

Esta reportagem conseguiu com um exclusividade um documento histórico em que Geraldo Pereira reforça a posição de João Gilberto:

Paulinho Schoffen, que também é música, concorda:

Nas ruas, há uma crescente percepção de que, de fato, se tornar uma bolinha de papel não vale a pena. Ana e Lídia, estudantes do ensino médio, apontam que a falseta é, de fato, o que mais as assusta:

A reportagem procurou o candidato José Serra para comentar as declarações de João Gilberto. Até o fechamento desta edição, no entanto, o tucano ainda estava de repouso médico.

Tags: , ,





Vídeo comprova como uma bolinha de papel pode ser perigosa #SerraRojas #boladepapelfacts

Gustavo Barreto | | Área(s): diario | Comentários (0)


Os petistas, malditos, argumentam que uma bolinha de papel não pode causar maiores danos. Para denunciar mais esta mentira contra a campanha tucana, com fins puramente eleitoreiros, divulgamos abaixo a prova definitivo de que uma bolinha de papel pode gerar, sim, muita violência.

Tags: ,