Enquanto você grita gol

Fotos e texto de ELLAN LUSTOSA

As pessoas da Ocupação do antigo prédio do IBGE, na Mangueira, Zona Norte do Rio de Janeiro, estão torcendo pela Copa, pela cozinha, pela sala, pelo saneamento, pela comida, pela dignidade…

Hoje, dia do jogo do Brasil, eu e amigos ativistas visitamos os moradores da Ocupação IBGE. As cenas que presenciamos foram verdadeiros cortes em nossos corações. Deparamo-nos com pessoas vivendo em total falta de tudo, sem qualquer possibilidade de uma vida digna. No primeiro andar da Ocupação havia há dois dias um vazamento de esgoto que vinha de fora e inundava tudo. As pessoas estão tendo que viver com esgoto em seus pés, por todo chão de suas “casas”. É, elas chamam de casa. Crianças convivendo com um mar de insalubridades, expostas a sorte de qualquer doença por causa da grande quantidade de lixo e bichos que lá existe.

Isso tudo acontecendo bem ao lado de onde milhões foram gastos para atender as necessidades do capital. Ao lado, o Maracanã brilha ostentando seus gastos e servindo aos que lá enfiaram dinheiro público para o bel prazer da “classe rica”. Que governo pode ser tão cruel que deixa seu povo tentar sobreviver numa condição sub-humana dessas?

Fiquei lá dentro por muito tempo registrando esse absurdo que me cortou o coração e me afastei de todos. Ao sair completamente transtornado e encontrar com o grupo, vi em cada rosto de meus colegas resquícios de lágrimas, fruto da experiência vivida. Até quando num país rico como esse, as pessoas terão que passar por isso?

Viver, moradia, dignidade, não se pode aceitar e nem permitir mais isso. Cantar o hino com a mão no peito ao entrar da seleção não é e nunca foi ser patriota. Patriota é tratar seu país e seus irmãos com amor. Permitir que esse ser humano tenha uma vida digna.

Divido agora um pouco do meu pranto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *