Kant..(1724-1804)

Filósofo alemão, fundador da filosofia crítica. Filho de um seleiro, Kant nasceu e estudou em Königsberg (Kaliningrado), na Prússia oriental. Depois de terminar a universidade, foi preceptor durante alguns anos, mas ao alcançar grau de mestre, em 1755, começou a ensinar várias matérias como Privatdozent. As primeiras obras de Kant tratam de física e astronomia: sua Allgemeine Naturgeschichte und Theorie des Himmels (1755) previa a existência do planeta Urano, descoberto por Herschel em 1881. Em 1770 foi nomeado para a cadeira de lógica e metafísica em Königsberg. Foi depois disso que entrou no seu aclamado período "crítico". Sua vida era de uma regularidade caricatural: nunca deixou Königsberg e nunca se casou.

O cenário intelectual no qual Kant começou sua carreira era em grande parte dominado por Leibniz, se bem que filtrado por Wolff, que tinha erigido um sistema ordenado e metódico a partir do pensamento daquele. Wolff acreditava que o princípio da razão suficiente, assim como grande parte da metafísica resultante, poderiam ser conhecidos a priori, apesar do status desse conhecimento ter sido, já nessa época, questionado por homens como Crusius. Contudo, achava-se em geral que a "intuição" nos fornecia conhecimento e que além disso era granatida por Deus, o que parecia bem razoável. Em sua obra pré-crítica Sonhos de um visionário (Träume eines Geistersehers, 1766), a mais hostil à metafísica de todas as suas obras, Kant trata as especulações de Crusius e Wolff, tal como as imagens espirituais de Swedenborg, como algo que gira em volta de nada.

O primeiro passo em direção à filosofia crítica foi a Dissertação de 1770 (título latino: De mundi sensibilis atque intelligibilis forma et principiis), na qual Kant revela pela primeira vez a sua idéia de que só podemos ter conhecimento a priori do espaço e do tempo porque estes são formas impostas à experiência pela nossa própria mente (ver revolução copernicana). O espaço é um "esquema, assegurando por uma lei constante da natureza da mente a coordenação de todo e qualquer sentido externo".

_______________________________
Dica: http://www.mundociencia.com.br/filosofia/kant.htm

Filosofia | Principal..Consciência.Net