Escrever

Rolando Lazarte

Quando escrevo, sou.  Algo ocupa seu lugar. Estou onde devo estar. No mesmo instante em que a primeira letra e as seguintes começam a se alinhar na página, em mim algo começa a se ordenar. Algo vai ocupando o seu lugar enquanto continuo a ler o que vem se mostrando na linha. Nem sempre sei o que virá. Muitas vezes os silêncios falam. Outras vezes, as palavras calam.

 


Comenta aqui!