São Paulo..Arquivo 2005-2007
.

# 08/12/2007
Tropa de choque despeja acampamento com violência em Limeira

Em um ato de violência inadmissível em pleno século XXI, policiais invadiram no dia 29 de novembro o acampamento Elisabeth Teixeira, no município de Limeira, em São Paulo, e dispararam com balas de borracha contra famílias sem-terra. [+]

INJUSTIÇA # 03/10/2007
Massacre do Carandiru completa 15 anos sem condenados na Justiça

Depois de 15 anos completados na última terça (2/10), a operação policial de invasão da Casa de Detenção de São Paulo, que resultou na morte de 111 presos no episódio conhecido como Massacre do Carandiru, permanece sem culpados definidos na justiça ou condenados. Por Petterson Rodrigues, repórter da Agência Brasil..[+]

PSICOLOGIA # 11/05/2007
Mostra de painéis será exposta no metrô para comemorar os 20 anos da Luta Antimanicomial

Exposição itinerante “O compromisso da Psicologia com a transformação da sociedade brasileira” tem início nesta sexta-feira (11/5) em São Paulo. Serão expostos os 20 painéis que mostram todas as campanhas realizadas pelo Conselho desde 1987 pelo fim dos manicômios e na defesa dos direitos humanos..[+]

MORADIA EM SP # 05/05/2007
MTST recebe personalidades e organizações em grande ato político

Véspera da finalização do prazo de permanência no terreno ocupado em Itapecerica da Serra (SP) será marcada por grande ato político no Acampamento João Cândido neste domingo, 6 de maio..[+]

DIREITO À MORADIA # 17/03/2007
Polícia Militar de São Paulo impede chegada de água e alimentos em nova ocupação de Sem-Teto

Na noite da última sexta-feira, 16 de março, famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto ocuparam um terreno com mais de 1 milhão de metros quadrados em Itapecerica da Serra, dando continuidade à luta por moradia na região metropolitana de São Paulo. Da Agência Consciência.Net.

GERALDO ALCKMIN # 14/10/2006
“Se eu soubesse que era isso eu não tinha dado entrevista”

Entre os dias 12 e 20 de maio de 2006, a semana dos ataques do PCC, 492 pessoas foram mortas por armas de fogo no Estado de São Paulo. A polícia admite 126 mortes em confronto direto e a Ouvidoria encaminhou para investigação outros 71 casos de autoria desconhecida. Os laudos de muitos dos 295 restantes nunca foram divulgados, porém sabe-se que a maioria não tinha antecedentes criminais. Eram negros ou pardos, e pobres.

Tudo indica a presença de grupos de extermínio comandados pela polícia. Um massacre sem precedentes e, até hoje, 5 meses depois, sem esclarecimentos. E a mídia silenciou. Foi tudo acobertado? Confira um trecho da reportagem “Mean Streets of São Paulo”, realizada pela produção do programa Dateline, do canal SBS da Austrália, e tire as suas próprias conclusões. Clique aqui para ver o vídeo e aqui para ler a reportagem na íntegra do Dateline..(Da redação)

comunicação
Instituto Ecos lança rádio-revista

Acabou de ser lançada na Rádio Comunitária de Heliópolis (SP) a rádio-revista Silvia e Você. O projeto foi desenvolvido pelo Instituto Ecos, em parceria com o Ministério da Saúde e UNESCO, e é direcionado às mulheres. Os episódios falam sobre sexo, relacionamento, direito ao prazer, violência de gênero, entre outros. A radialista e apresentadora do programa Claudia Rocha diz que a rádio-revista traz temas importantes para sua comunidade. Clique e ouça a rádio-revista Silvia e Você..(Da redação, 17/9/2006)

educação básica
Especialistas reprovam 'projeto gerencial' implantado pelo PSDB em SP

Diminuição do número de professores, fechamento de escolas, baixos salários, municipalização e aprovação automática dos alunos são alguns dos problemas apontados após 12 anos de governo tucano no Estado de SP, marcados por visão gerencial. Secretaria da Educação não atendeu a pedido de entrevista feito pela reportagem. Por Fernanda Sucupira na Agência Carta Maior, em 18/8/2006.

trabalhadores
Lançamento da Campanha Salarial Unificada reunirá milhares de trabalhadores em SP

No próximo dia 18 de agosto, sexta-feira, sindicalistas de todo o país vão participar, em São Paulo, às 15h, do lançamento da Campanha Unificada dos Trabalhadores, em frente à sede da CUT nacional, na rua Caetano Pinto, no Brás. No mesmo dia haverá uma plenária de sindicalistas com o Lula no Clube Juventus (R. Juventus nº 690, bairro da Moóca, altura do nº 2630 da Av. Paes de Barros), a partir das 18h. Do Rio de Janeiro sairão oito ônibus. Os interessados em participar da atividade devem procurar por Luís, na sede da CUT-RJ, no telefone (21) 2196-6700 ou 2196-6710. A Campanha tem como base seis pontos principais: salário, emprego, jornada de trabalho, direitos sindicais, saúde, segurança e políticas públicas. Para o lançamento estão sendo preparados um jornal que será distribuído à população, cartazes e adesivos (praguinhas), além de banners que ficarão expostos nas sedes das CUTs estaduais e dos maiores sindicatos. (Informações da CUT-RJ)

cultura
1º Festival de Cinema Latino Americano de SP

O uruguaio 25 watts, de Pablo Stoll e Juan Pablo RabelloO 1º Festival de Cinema Latino Americano de SP abre ao público com o filme chileno Machuca. Terça-feira, dia 11, às 16h, no Memorial com entrada franca. O festival acontece de 10 a 16 de julho. Estão previstos mais de 100 títulos, entre clássicos e títulos recentes, e 40 convidados internacionais devem prestigiar o evento. O 1º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo é uma realização do Memorial da América Latina e da Secretaria de Estado da Cultura, com apoio do Ministério da Cultura e da Cinemateca Brasileira. Informações adicionais em www.festlatinosp.com.br.(Da redação, 8/7/2006)

direitos humanos
Lojas C&A vendem roupas produzidas sob condições degradantes

Reportagem de Marques Casara no jornal Brasil de Fato expõe condições de trabalhadores em malharias clandestinas de São Paulo. Do jornal Brasil de Fato, 23/6/2006..[+]

política
PFL denuncia: “Houve corrupção no governo Alckmin”

Que o casamento PSDB/PFL está em crise não é segredo. Em são Paulo, porém, o aliado de longa data do PSDB, o deputado estadual pelo PFL-SP, José Caldini Crespo, traz a lavanderia para as ruas, expõe a roupa suja e diz que o mal dos tucanos é “a prepotência”. Em sua avaliação, “O PSDB está indo para Nova York discutir o Brasil. Curioso, né?”. Matéria de Maurício Reimberg na Agência Carta Maior, em 29/5/2006.

privatização?
Câmara avalia gestão tercerizada de serviços públicos

Projeto de lei enviado por Serra à Câmara Municipal prevê que instituições privadas e sem fins lucrativos façam a administração e a gestão dos setores de educação, meio ambiente, ação social, cultura e esporte, bem como façam compras e usem bens municipais sem licitação. Matéria de Guilherme Jeronymo na Agência Carta Maior, em 29/5/2006.

violência em sp
Ouvidoria da Polícia quer investigação de grupos de extermínio

Ouvidoria quer apuração de cinco casos de assassinatos na Grande São Paulo cometidos por elementos encapuzadas que podem pertencer às corporações policiais. A solicitação foi feita às corregedorias das polícias Civil e Militar. Negando saber da existência de esquadrões da morte em SP, ouvidor deve avaliar caso de policiais com camiseta da escuderia Le Cocq. Matéria de Verena Glass na Agência Carta Maior, em 23/5/2006.

violência em sp
Ferréz denuncia ação de policiais e é ameaçado

Escritor que vive no Capão Redondo, na periferia de São Paulo, teve que deixar a capital no final de semana devido às ameaças de morte que recebeu. Desde a semana passada ele vem denunciando a reação exacerbada da polícia, que tem vitimado inocentes, como na entrevista que concedeu à Carta Maior na sexta. Matéria de Bia Barbosa na Agência Carta Maior, em 22/5/2006.

segurança públlica
Governo foi omisso, negligente e incompetente, diz MP

Para o Ministério Público estadual, não houve vontade política do governo de São Paulo para conter a organização do PCC. Em audiência pública, o governo também foi duramente criticado por não divulgar a relação dos 109 mortos. IML estaria sem condições sanitárias de abrigar tantos corpos. Matéria de Bia Barbosa na Agência Carta Maior, em 20/5/2006.

dupla voltagem
Arce foi Secretário de Estado e conselheiro de empresa que deveria supervisionar

Entre 1999 e 2001, Mauro Arce, Secretário de Energia, Recursos Hídricos e Saneamento do governo Alckmin, foi membro do Conselho Administrativo da Eletropaulo privatizada. Caso evidencia conflito de interesses. Governo argumenta não ver nada de anormal. Por Guilherme Jeronymo na Agência Carta Maior, em 19/5/2006.

direitos humanos
PCC realiza megaoperação em SP, mata policiais e promove rebeliões

A facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) realizou entre a noite de sexta-feira (12/5) e a manhã deste sábado uma megaoperação no Estado de São Paulo que incluiu 55 ataques a policiais e a maior rebelião de presos da história de São Paulo - 22 presídios e CDPs (Centros de Detenção Provisória) do interior paulista têm presos rebelados ou apresentaram início de motim. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, 25 pessoas morreram nos ataques. Do total de ataques, 28 tiveram como alvo policiais militares, enquanto outros 20 visavam policiais civis. Matéria na Folha Online em 13/3/2006.

direitos humanos
Debate sobre a situação das populações de rua

No dia 12 de maio, a partir das 15h, o Ponto de Cultura do Instituto Religare promove o primeiro encontro do evento “Diálogos temáticos”, que vai debater o tema das populações de rua. A idéia é refletir como nossa sociedade constrói e reproduz uma realidade como a das pessoas que vivem nas ruas. Informações e inscrições pelo telefone (11) 3825-9036 e pelo correio eletrônico religare@religare.org.br (Informação da RITS, mai/2006)

luta por moradia
Onda de demolições e despejos atinge periferia de São Bernardo

Foto: Raquel Camargo / Sindicato dos Metalúrgicos do ABCA Secretaria de Habitação da cidade registra 506 demolições nos últimos 150 dias. Uma ata de reunião assinada pelo secretário Ademir Silvestre registra que “há uma orientação para que cessem as ocupações irregulares na cidade”. Prefeitura alega que só em 2005 foram entregues 498 novas moradias populares na cidade. Matéria de Rafael Sampaio na Agência Carta Maior, em 4/5/2006.

meio ambiente
Consumidor urbano deve saber de sua ligação com a devastação das florestas

Edifícios, automóveis, poluição. O dia-a-dia das grandes cidades do Brasil e do mundo pouco tem em comum com a devastação das florestas. Mudar essa visão - equivocada - é um dos maiores desafios na busca da sustentabilidade e na promoção do consumo consciente. "A maior dificuldade na conscientização do consumidor é transmitir a visão sistêmica da questão. O cidadão urbano deve entender que o crescimento da cidade, do jeito que é hoje, é feito às custas da devastação do meio ambiente. E que de suas escolhas depende, de fato, a preservação das florestas e dos outros recursos naturais", diz a educadora e consultora do Instituto Akatu Maluh Barciotte. Da Agência Envolverde, 20/4/2006..[+]

moradores de rua
Comandante da Guarda de SP diz que apurará acusações

Diante das denúncias de que moradores de rua e de albergues e vendedores ambulantes vêm sofrendo ações de repressão violentas por parte da Guarda Civil Metropolitana de SP, o comandante Rubens Casado garantiu, em audiência pública, que as apurações desses casos estão sendo feitas e que alguns podem ser levados à esfera penal. Matéria de Fernanda Sucupira na Agência Carta Maior, em 17/4/2006.

cidadania
Rádio traz inclusão em Penitenciária Feminina de São Paulo

No ano passado, um grupo de 8 estudantes de jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo decidiu criar uma rádio comunitária dentro de uma penitenciária, e usar a experiência para o TCC (trabalho de conclusão de curso). O que era para ser apenas uma tarefa de estudantes em vias de se formar acabou se transformando em um projeto de inclusão social. Em setembro de 2005, o programa Rádio Espaço Livre estreou pelos auto-falantes da Penitenciária Feminina da Capital (PFC). Os alunos custearam do próprio bolso a compra dos equipamentos necessários. Atualmente, o programa é transmitido uma vez por semana, durante 45 min. Os recém-formados visitam a Penitenciária duas vezes por semana e o restante já é tocado pelas próprias internas. O projeto segue adiante, ainda sem financiamento, mas com muita disposição das internas de aumentar para mais dias a transmissão semanal dos programas. Leia a entrevista com Gabriela Araújo, uma das idealizadoras do projeto (abr/2006).

teatro em sp
“Fratelo” fica até dia 6 de abril no Espaço dos Satyros Dois

Estreiou na última quinta, 16 de março, em São Paulo capital, "Fratelo", que conta a história de dois seres humanos, aparentemente estranhos, que morrem num acidente, atropelados pelo mesmo caminhão, no dia da semifinal da Copa do Mundo, e se vêem a sós numa sala de necrotério. Através da imaginação coletiva ou, talvez, de um processo cataléptico seus corpos e suas consciências voltam a se comportar como vivos. E, apesar da aparente ignorância mútua, os dois têm mais coisas em comum do que se pode imaginar. Da redação, 27/3/2006..[+]

entre amigos
Banco estatal beneficiou aliados de Alckmin

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) direcionou recursos da Nossa Caixa para favorecer jornais, revistas e programas de rádio e televisão mantidos ou indicados por deputados da base aliada na Assembléia Legislativa. Documentos obtidos pela Folha confirmam que o Palácio dos Bandeirantes interferiu para beneficiar com anúncios e patrocínios os deputados estaduais Wagner Salustiano (PSDB), Geraldo "Bispo Gê" Tenuta (PTB), Afanázio Jazadji (PFL), Vaz de Lima (PSDB) e Edson Ferrarini (PTB). A cúpula palaciana pressionou o banco oficial para patrocinar eventos da Rede Vida e da Rede Aleluia de Rádio. Autorizou a veiculação de anúncios mensais na revista "Primeira Leitura", publicação criada por Luiz Carlos Mendonça de Barros, ministro das Comunicações no governo Fernando Henrique Cardoso. A reportagem é de Frederico Vasconcelos na Folha de S.Paulo, em 26/3/2006. (link da versão impressa)

entre amigos
Assessor especial de Alckmin pede demissão após denúncia

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, aceitou nesta segunda-feira o pedido de exoneração de seu assessor especial de comunicação Roger Ferreira. Em carta enviada ao governador, Ferreira justifica seu pedido para não servir de "pretexto" para atrapalhar a candidatura do governador à Presidência da República. Em reportagem publicada no último domingo (26/3), a Folha de S.Paulo apontou indícios de irregularidades em contratos de publicidade da Nossa Caixa, com direcionamento de verbas para veículos de comunicação para atender pedidos de deputados estaduais. Segundo a reportagem, o assessor Ferreira seria o intermediário entre a agência de publicidade que distribuía as verbas e o governo estadual. Matéria na Folha Online, 27/3/2006.

sem-teto
Missa por moradia em frente ao Palácio do Governo

O padre Júlio Lancelotti, da Pastoral do Menor, o padre Antônio Naves, da Comissão Pastoral da Terra, e outros padres de outras pastorais realizaram uma missa neste sábado, dia 18 de março, às 16h30, em frente ao Palácio do Governo - Portão 2. No local, oito militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) se acorrentaram à espera de uma audiência com o governador Geraldo Alckmin. Eles reivindicam uma área provisória para famílias do Acampamento Chico Mendes, em Taboão da Serra (SP), que não têm onde morar. Padre Lancelotti é coordenador do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente da Pastoral do Menor; Já o do Padre Antônio Naves, da Comissão Pastoral da Terra, representa a arquidiocese de São Paulo no lugar do bispo Dom Pedro Luis Stringhini, coordenador das pastorais sociais, além de outros padres de outras pastorais. Após a missa haverá um debate público sobre a relação entre os movimentos por moradia e o governo..(Da redação, 18/3/2006)

mobilização
Ato mundial contra a guerra neste sábado (18), no MASP

Vai rolar no próximo sábado, dia 18 de março, às 14 horas no MASP, a versão paulista do ato mundial contra a guerra. Quem quiser levar material de malabares (claves e bolinhas), haverá uma oficina rápida durante a própria manifestação, para tentarmos ter uma linguagem também “lúdico e cultural” na manifestação. Também estamos pesquisando orçamentos de estandartes de 5mX3m para a manifestação (caso alguém possa ajudar neste tema será bem vindo). Estão sendo esperadas cerca de 3 a 5 mil pessoas para a manifestação, que é organizada em conjunto com várias organizações. Quem quiser encontrar o Movimento Humanista, basta procurar pelos ativistas vestidos de laranja. Informações adicionais no email guntheraleksander@terra.com.br ou na página www.humanistas.siteonline.com.br..(Da redação, 16/3/2006)

privatização
Sindicatos irão à Justiça contra venda de mais uma subsidiária da Nossa Caixa

Federação e Sindicato dos Bancários de São Paulo preparam ação judicial para impedir privatização “Nossa Caixa Capitalização”, mais uma das subsidiárias do banco postas à venda pelo governo de São Paulo. Matéria de Rafael Sampaio na Agência Carta Maior, em 16/3/2006.

Ex-secretário de Alckmin é acionista de empresa que comprou subsidiária

O ex-secretário de Ciência e Tecnologia do governo tucano, Ruy Martins Altenfelder, é acionista e membro do Conselho de Administração da Mapfre Vera Cruz Seguradora, empresa espanhola que adquiriu a subsidiária Nossa Caixa Seguros e Previdência em um leilão, ocorrido em maio de 2005. Matéria de Rafael Sampaio na Agência Carta Maior, em 16/3/2006.

evento
Dia Internacional da Mulher na Praça Benedito Calixto

O ‘Autor na Praça’ e a Sempreviva Organização Feminista (SOF) realizam evento pelo Dia Internacional da Mulher, no Espaço Plínio Marcos, em São Paulo. No próximo sábado, 11 de março, haverá uma tarde de autógrafos do carderno ‘Desafios do livre mercado para o feminismo’, organizado por Nalu Faria e Richard Poulin. Haverá participação de integrantes da SOF, convidados e do cartunista Luciano Meskyta, realizando caricaturas do público. No dia 8 de março, quarta-feira, houve a Marcha Mundial das Mulheres, com concentração às 14h, no Vão livre do MASP. Saiba mais sobre a Marcha: www.sof.org.br ; O Autor na Praça - Dia 11 de março de 2006 – Sábado – 15h. Local: Espaço Plínio Marcos – Feira de Artes da Praça Benedito Calixto – Pinheiros/SP. Informações adicionais com Edson Lima nos telefones (11) 3085-1502 e 9586-5577 ou no email oautornapraca@oautornapraca.com.br

meio ambiente
Tribunal da água julga crimes de Geraldo Alckmin

No último dia 3 de fevereiro, a Defensoria da Água foi oficialmente comunicada de que o Tribunal Latino-Americano da Água aceitou julgar no México a demanda dos ambientalistas do Movimento Grito das Águas, que denunciam crimes ambientais do Governo de Geraldo Alckmin, em São Paulo, nas obras de rebaixamento da Calha do Rio Tietê, o que resultou no despejo de 5 milhões de toneladas de lama tóxica na Lagoa de Carapicuíba. O caso já provocou a suspensão das obras por mais de um ano em razão de Ação Civil Pública do Ministério Público Federal, que só continuaram por conta de uma decisão arbitrária do ministro Cezar Peluso, do STF (Supremo Tribunal Federal), autorizando a continuidade da poluição, alegando "ponderabilíssimas razões econômicas". Matéria da Agência ADITAL, em 6/3/2006.

cultura
‘O Autor na Praça’ com a atriz Helena Ignez

Na semana do Dia Internacional da Mulher (8 de março) e, em meio a duas homenagens internacionais, ‘O Autor na Praça’ recebe a musa do cinema novo, a atriz Helena Ignez, autografando o livro “Tudo é Brasil - Projeto Rogério Sganzerla - Fragmentos da Obra Literária”, organizado por ela em parceria com Mario Drumond. Helena integrou inúmeros movimentos de vanguarda, atuou em vários filmes do cinema novo, produziu e dirigiu tantos outros. Com 40 anos de produção e inclusão nos vários campos das artes cênicas, plásticas e cinematográfica. Helena se divide hoje entre sua produção e a guarda e o tratamento da obra deixada pelo cineasta Rogerio Sganzerla, falecido em 2004, seu marido e companheiro por 35 anos. Então anota aí: Dia 4 de março de 2006, sábado, a partir das 14h, no Espaço Plínio Marcos – Feira de Artes da Praça Benedito Calixto – Pinheiros – SP. Informações adicionais com Edson Lima no (11) 3085 1502 / 9586 5577, email oautornapraca@oautornapraca.com.br ou na página www.oautornapraca.com.br.(Da redação, 1/3/2006)

mobilização
Humanistas de SP procuram voluntários em 2006

Um grupo do Movimento Humanista de São Paulo tornou público uma lista de locais que precisam de professores voluntários para 2006. As aulas acontecem uma vez por semana e não é necessário experiência anterior. Ocorrerão também duas capacitações para voluntários e ativista (leia ao final). Da redação, 1/3/2006..[+]

juventude
Centro Acadêmico da PUC-SP divulga manifesto

O Centro Acadêmico Benevides Paixão, que representa os cursos de Jornalismo, Multimeios e Artes do Corpo da PUC-SP, divulgou nesta sexta (24/2) um manifesto em que expressa posicionamento diante da crise pela qual passa a universidade. O CA acusa a reitoria de “canalizar todos os esforços para sanar uma dívida que não nos pertence”. “Enquanto isso, os alicerces da Universidade que reivindicamos são deixados de lado”, acrescenta. Leia na íntegra. Da redação, 24/2/2006..[+]

carandiru
Entidade lança nota de repúdio por injustiça em julgamento

O Grupo Tortura Nunca Mais de São Paulo lançou uma nota na última quarta (15/2) lamentando a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo de considerar nulo o júri que condenou o coronel da PM que comandou a invasão e o massacre do Carandiru, em 1992. “Foram 515 tiros que mataram 103 presos, a  maioria em suas próprias celas. Outros oito foram mortos com  perfurações pelo corpo. A perícia concluiu que os presos morreram ajoelhados ou deitados – o que demonstra que foram humilhados e estavam indefesos. O argumento do ‘cumprimento do dever’, portanto, não se sustenta, já que o dever de todo policial é preservar a vida, e não o contrário”, registra a nota. Leia na íntegra. Da redação, 19/2/2006..[+]

justiça
Ato “Brasil: massacres = impunidade” será realizado dia 20, em São Paulo

Na próxima segunda-feira, dia 20 de fevereiro, às 15 horas, nas escadarias da Catedral da Sé, será realizado um ato público de repúdio à impunidade no Massacre do Carandiru e de todos os massacres que, no Brasil, são sinônimos de impunidade. Estarão presentes no ato o Pe. Julio Lancelotti, representantes da Pastoral Carcerária, Tortura Nunca Mais, ACAT, além de sobreviventes e parentes das vítimas do massacre. Mais informações no CONDEPE: (11) 3105-1693..(Da redação, 18/2/2006)

educação
Ensino terceirizado

Prefeitos de 145 cidades, sendo 129 no estado de São Paulo, estão usando recursos federais para pagar convênios com alguns sistemas particulares de ensino. Mesmo sabendo que estas parcerias não são ilegais, estão dando origem a muitas criticas, dos mais variados matizes. A maioria destes municípios está adquirindo um pacote básico que compreende apostilas para alunos, treinamento para professores e planejamento pedagógico. Alguns adquirem ainda algumas ferramentas para avaliação da rede e um sistema de ajuda permanente através da internet. Matéria de Silo Meireles no Campo Grande News, 16/2/2006.

cultura
‘O Autor na Praça’ lembra Santo Dias com Luciana Dias, Jô Azevedo e Nair Benedicto

Para Lembrar a data de nascimento do operário e lider sindical Santo Dias da Silva (22/02/1942), morto em 1979 pela ditadura militar, o projeto ‘O Autor na Praça’ realiza uma tarde de autógrafos do livro “Santo Dias – Quando o passado se transforma em História”, com a presença das autoras Luciana Dias, Jô Azevedo e Nair Benedicto. Participação do poeta Sergio Vaz, do Sarau da COOPERIFA (www.otaboanense.com.br/sergiovaz), de membros Centro Santo Dias de Direitos Humanos, do cartunista Junior Lopes, realizando caricaturas do público, e outros convidados. O livro ‘Santo Dias’ recebeu, em outubro de 2005, o XXVII Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, na categoria reportagem. Então anota aí: dia 18 de Fevereiro de 2006, no Espaço Plínio Marcos – Feira de Artes da Praça Benedito Calixto, SP capital. Outros eventos do grupo aqui..(Da redação, 14/2/2006)

moradia
Comissão tenta evitar que “tragédia de Goiânia” se repita em SP

Além do conflito com a Prefeitura de São José dos Campos (SP), as 7 mil pessoas que ocuparam a fazenda Pinheirinho vivem dias tensão com a batalha de liminares na Justiça. Para evitar que uma ação de despejo termine em tragédia, como ocorreu ano passado em Goiânia, Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, ligado ao governo federal, criou uma comissão para acompanhar o caso. Matéria de Fernanda Sucupira na Agência Carta Maior, em 10/2/2006.

criminalização
Pesquisa aponta visão parcial da Justiça sobre conflitos agrários

Em pesquisa realizada nos estados do RS, SP, PA e PE, o Instituto Brasileiro de Ciências Criminais mostra tratamento diferenciado nos processos contra agricultores, fazendeiros e policiais envolvidos em conflitos agrários, e a criminalização dos primeiros. Matéria de Verena Glass na Agência Carta Maior, em 9/2/2006.

moradia
Maior ocupação vertical do Brasil aguarda ação da polícia

Justiça e Polícia Militar estabeleceram dia 15 como data limite para que as 1722 que vivem no edifício Prestes Maia, no centro da cidade de São Paulo, desocupem o local. Os últimos dias tem sido marcados por manifestações de resistência dos sem-teto, que criticam a política de “revitalização do centro” lançada pelo prefeito José Serra (PSDB). Matéria de Carlos Gustavo Yoda na Agência Carta Maior, em 8/2/2006.

taboão da serra
Sem-teto ocupam secretaria do Governo do Estado para exigir direitos

Ato do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) contou com a presença de 200 moradores da Comunidade Chico Mendes e foi motivado por uma ameaça de um despejo de 800 famílias, previsto para os próximos dias. Da redação, 4/2/2006..[+]

são paulo
Av. Prestes Maia, 911: última grande ocupação do centro de SP resiste

As 468 famílias que vivem há três anos no número 911 da avenida Prestes Maia, no centro de São Paulo capital, podem ser despejadas. O prédio é a última grande ocupação a resistir à política higienista do prefeito José Serra e ao projeto de "revitalização" – expulsão dos pobres – do centro de São Paulo. Entre os dias 15 e 21 de fevereiro, o 7º Batalhão de Choque da Polícia Militar de SP pode colocar na rua as 1.630 pessoas que vivem no local. Elas transformaram um depósito de lixo e ponto de tráfico de drogas em moradia. O espaço inclui agora uma biblioteca com mais de 3.500 livros. Do Centro de Mídia Independente, 3/2/2006..[+]

BONS AMIGOS #.21/1/2006
SP cede fazenda a fundação ligada ao secretário de Educação

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) cedeu uma fazenda de 87 hectares -- cerca de 54 vezes o parque Ibirapuera --, em Lorena (a 188 km de SP), à rede católica Canção Nova, ligada ao secretário da Educação, Gabriel Chalita. A fazenda Centri também fora solicitada por pelo menos dois órgãos do próprio governo. O Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo) pretendia utilizar o local para reforma agrária. A Faenquil (Faculdade de Engenharia Química de Lorena), vizinha à área, pretendia ampliar seu campus. Preteridos, disseram que não foram avisados da decisão. Matéria na Folha Online.

‘arte que liberta’
ONG busca apoio na iniciativa privada para recuperação dos presos

Peças de decoração, móveis, artesanatos, fabricação de velas (aromáticas, temáticas e flutuantes); objetos de parafina (castiçais, candelabros); vasos e luminárias são alguns dos artigos produzidos pelos detentos no Estado da Bahia. Projeto que permite realização pessoal, na integração social e na ressocialização de presos e suas famílias pretende ampliar trabalho e ir para São Paulo. Por Claudete Cotrim, janeiro de 2006..[+]

defensoria pública
Órgão é criado com participação da sociedade civil e sem cotas

São Paulo se tornou o penúltimo Estado brasileiro a instituir esse órgão, previsto na Constituição de 1988, na frente apenas de Santa Catarina. A nova lei é considerada bastante avançada por movimentos sociais que militam no setor. A matéria é de Fernanda Sucupira na Agência Carta Maior, em 12/1/2006.

direito à moradia
900 famílias em SP são mais uma vez ameaçadas de despejo

Cerca de 900 famílias podem ser colocadas na rua sem garantia de transporte e alojamento para trabalhadores e bens. Acampados temem violência policial e procuram acordo com a prefeitura de Taboão da Serra, cidade da Grande SP. Por Carlos Gustavo Yoda na Agência Carta Maior, em 12/1/2006.

ribeirão preto
11 trabalhadores rurais morreram por exploração excessiva de trabalho

Segundo a Relatoria Nacional para o Direito Humano ao Trabalho, nos últimos dois anos 11 catadores de cana morreram por condições de trabalho deficitárias nos canaviais de Ribeirão Preto (SP). Para Cândida Costa, as condições em que os trabalhadores estavam são análogas a escravidão, com alimentação inadequada, jornadas de trabalho de dez horas e meta de colheita individual de 10 a 12 toneladas por dia. (6/1/2006)

..Arquivo 2005
------------------------------------------

movimentos sociais
Movimento dos Trabalhadores Sem Teto encerram greve de fome

Os sete militantes do MTST que estavam há quatro dias em greve de fome em frente à casa do presidente Lula encerraram a greve no início da tarde (22/12), depois de terem suas reivindicações atendidas. A greve foi iniciada após decisão da justiça pela reintegração de posse de terreno no município do Taboão da Serra (SP), que há mais de 10 anos encontrava-se inativo, ocupado há três meses por 800 famílias que não tinham onde morar. Da redação, dezembro de 2005..[+]

violência estatal
Relatório acusa polícia brasileira de violência e discriminação

Anistia Internacional afirma que governos permitiram a institucionalização de um policiamento baseado em violações de direitos humanos e corrupção, uma prática que tem contribuído para intensificar a violência e a criminalidade e para reforçar os padrões de discriminação e exclusão social. Por Bia Barbosa, da Agência Carta Maior, 5/12/2005..[+]

SÃO PAULO # 24/08/2005
Escolas da Zona Leste recebem maior festival de curtas da América Latina

16º Festival Internacional de Curta-metragens colocará Guaianazes, São Miguel Paulista, Ermelino Matarazzo e Itaim Paulista no foco do cinema independente. Da Agência Consciência.Net..[+]

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA # 24/08/2005
Contação de história integra deficientes auditivos

Estudantes da Escola Municipal de Educação Especial Anne Sullivan, da capital paulista, participam de contação de história, com tradução simultânea. Da Agência Consciência.Net..[+]
 
 

Consciência.Net

I Encontro Paulista pela Democratização da Comunicação e da Cultura (outubro de 2007)
Cidades
Corrupção em SP
Caso Celso Daniel
Arquivo 2005
Arquivo 2004
Arquivo 2000-2003
.
José Serra, “homem de palavra”
Vídeo mostra debate na TV Record em 2004 com candidatos à Prefeitura de São Paulo em que José Serra, do PSDB, promete não deixar o cargo caso eleito. Em 2006, oportunamente, concorreu no pleito interno do PSDB como candidato à Presidência, perdendo para Geraldo Alckmin.

Alckmin: “Se eu soubesse que era isso eu não tinha dado entrevista”
Entre os dias 12 e 20 de maio de 2006, a semana dos ataques do PCC, 492 pessoas foram mortas por armas de fogo no Estado de São Paulo. A polícia admite 126 mortes em confronto direto e a Ouvidoria encaminhou para investigação outros 71 casos de autoria desconhecida. Os laudos de muitos dos 295 restantes nunca foram divulgados, porém sabe-se que a maioria não tinha antecedentes criminais. Eram negros ou pardos, e pobres.

Tudo indica a presença de grupos de extermínio comandados pela polícia. Um massacre sem precedentes e, até hoje, 5 meses depois, sem esclarecimentos. E a mídia silenciou. Foi tudo acobertado? Confira um trecho da reportagem “Mean Streets of São Paulo”, realizada pela produção do programa Dateline, do canal SBS da Austrália, e tire as suas próprias conclusões. Clique aqui para ver o vídeo e aqui para ler a reportagem na íntegra do Dateline.

.
.
Publicidade