Após ataques de policiais militares contra prostitutas em Niterói, Parlamento discutirá tema

Foto: Laura Murray

Foto: Laura Murray

Na próxima quarta-feira, dia 4 de junho, às 13h30, as Comissões de Defesa da Mulher e a de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ) realizarão uma audiência pública com o tema “Violação dos direitos humanos na ação e abordagem às prostitutas de Niterói”.

O encontro será na sala 311 do Palácio Tiradentes, que fica na 1º de março, s/nº – Centro.

O assunto será debatido depois que, no último dia 23 de maio, uma operação policial no centro de Niterói invadiu o prédio que fica em cima da Caixa Econômica, arrombando portas, entrando violentamente e interditando apartamentos de 4 andares onde funcionavam salas de prostituição auto-organizadas e residências de diversas mulheres trabalhadoras.

A operação – ilegal, pois não havia pedido da Justiça – foi realizada por policiais da 76ªDP e da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Niterói. Segundo os relatos, os policiais invadiram os 4 andares onde funcionavam salas de prostituição auto-organizadas, que também eram residência de diversas mulheres, no centro da cidade.

A operação é parte do projeto de reurbanização – ou higienização, para muitos – do centro. Sem mandado judicial, os policiais invadiram diversos apartamentos, levaram mais de 100 mulheres para a delegacia e apreenderam bens.

Mulheres foram agredidas e estupradas – policiais forçaram algumas a fazer sexo oral e colocaram as mãos nas genitais de mulheres, afirma este relato. Ao final do dia, denunciaram o roubo de bebidas – cerveja, whisky, vodka e redbull – e dinheiro. Leia o relato na íntegra em http://on.fb.me/1oIlnEc

Um projeto de lei elaborado pelo deputado federal Jean Wyllys propõe a regulamentação da atividade dos profissionais do sexo, com a finalidade de preservação física, trabalhista e da dignidade humana. Saiba mais aqui: http://on.fb.me/1oIlAao

Serviço

Encontro “Violação dos direitos humanos na ação e abordagem às prostitutas de Niterói”
Quando
: Quarta-feira, dia 4 de junho, às 13h30, realizarão uma audiência pública com o tema
Local: Sala 311 do Palácio Tiradentes – 1º de março, s/nº – Centro, Rio de Janeiro.
Promovido pelas Comissões de Defesa da Mulher e a de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ)

Da redação. Comente abaixo ou pelo Facebook.com/RevistaConscienciaNet. Contato: [email protected]


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *