Haiti: organização denuncia ameaça de remoção forçada a famílias

Da Anistia Internacional

Cerca de vinte famílias que moram no acampamento para desabrigados chamado de KID, no bairro Chrit-roi de Porto Príncipe, estão sob ameaça de remoção forçada. O campo é conhecido como Acampamento KID porque está em terreno de propriedade da organização política Comitê para União Democrática (Komite Inite Demokratik, KID).

As famílias declararam que em 10 de março, alguém se dizendo membro do KID disse-lhes que eles tinham até 14 de março para deixar o terreno, ou seriam retirados à força. Alegou que a área onde se encontram os abrigos das famílias é requisitada para passagem a um prédio onde se reúnem os membros da organização.

Como milhares de haitianos que ficaram sem casa e obrigados a se instalar em terrenos baldios logo depois do terremoto de janeiro de 2010, as famílias que hoje vivem no Acampamento KID moram em abrigos improvisados, ​​com más condições sanitárias e sem água corrente. Não podem sair de lá até que obtenham alojamento alternativo adequado para que possam, finalmente, começar a reconstruir suas vidas após o terremoto.

Por favor, escreva já em francês ou em seu próprio idioma:

  • Pedindo às autoridades que garantam que os moradores do Acampamento KID não sejam removidos sem o devido procedimento, aviso prévio, consulta e que todos os afetados tenham opção de acomodação alternativa adequada;
  • Pedindo um inquérito sobre ameaças de despejo sofridas pelos moradores do Acampamento KID;
  • Instando que encontrem uma solução adequada para a necessidade de moradia dos acampados no KID, bem como de milhares de outros que continuam nos acampamentos improvisados.

POR FAVOR, ENVIE APELOS ANTES DE 23 DE ABRIL DE 2014 PARA:
Ministro da Justiça e Segurança Pública
(Ministre de la Justice et de la Securité Publique)
Jean Renel Sanon
18 avenue Charles Summer
Port-au-Prince, Haiti
E-mail: [email protected],jrs[email protected]
Tratamento: Monsieurle Ministre / Exmo Ministro

Diretor Geral da Polícia do Haiti (Directeur Général de la PNH)
Godson Orélus
Police Nationale d’Haiti
Port-au-Prince, Haiti
E-mail: [email protected]
Tratamento: Monsieurle directeur / Prezado Diretor

E cópias para:

Ministra para Direitos Humanos e Redução de Pobreza Extrema
Roseanne Auguste
33, Boulevard Harry Truman
Port-au-Prince, Haiti
E-mail: [email protected]
Tratamento: Exma. Ministra
Envie apelos também à representação diplomática no seu país:

Embaixada da República do Haiti
Sr. Madsen Cherubin
Embaixador Extraordinário e Plenitenciário
SHIS QI 13 conjunto 8 casa13 – Lago Sul
CEP: 71.635-080 – Brasilia/ DF
Fax: (61) 3248-7472
E-mail:[email protected]
Tratamento: Exmo. Embaixador

Consulte a Anistia Internacional Brasil caso queiraenviar os apelos depois da data acima, pelo e-mail [email protected].

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

As famílias que moram no Acampamento KID estão entre as centenas de milhares que ficaram sem teto pelo terremoto de janeiro de 2010 e que tiveram como única alternativa construir seus próprios abrigos onde possível. Mais de quatro anos depois, a Organização Internacional de Migração (IOM) avaliou que 146.573 pessoas continuam morando nos campos improvisados, e um terço delas correm risco de despejo forçado.

De acordo com os númerosmais recentes da IOM, existem atualmente 316 famílias – um total de 1.072 pessoas – morando no Acampamento KID.

Da redação. Comente abaixo ou pelo Facebook.com/RevistaConscienciaNet. Contato: [email protected]


1 comentário para “Haiti: organização denuncia ameaça de remoção forçada a famílias

  1. Dario SOLANO
    21 de maio de 2014 at 17:32

    Hay que garantizar la estabilidad de estas personas. A ellos deben garantizarles un hogar donde vivir con dignidad. Rechazamos que esas personas le sean violentados sus derechos y sobre todo, pedimos que sean protegidas de cualquier acción violenta para que dejen dicho espacio. En ese lugar deben permanecer sin que nadie le moleste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *