.Agência
__________________________________________________________
Editoria: CIDADANIA


Contação de história integra deficientes auditivos

Estudantes da Escola Municipal de Educação Especial Anne Sullivan, da capital, participam de contação de história, com tradução simultânea
 

Cerca de 30 estudantes portadores de deficiência auditiva, da 2ª e 3ª séries da Escola Municipal de Educação Especial Anne Sullivan, da Zona Sul da capital paulista, participam pela primeira vez, no próximo sábado (27 de agosto), às 10 horas, na Livraria Casa de Livros, de uma atividade de contação de história. O evento, aberto a todos os interessados, contará com tradução simultânea, que permitirá que os pequenos viajem através das palavras e soltem a imaginação e a criatividade.

Promovido pela Editora Larousse do Brasil e Livraria Casa de Livros, a atividade tem como objetivo incentivar a inclusão social e educacional de crianças portadoras de deficiências e inclui ainda a realização de brincadeiras e atividades sócio-educacionais. Além disso, no final será servido um coquetel para as crianças, pais e convidados. Este será o primeiro encontro entre crianças com necessidades especiais de aprendizagem e uma atividade desta natureza, que envolve contações de história, atividades e brincadeiras com brincadeiras folclóricas, além de um projeto visual.

O livro escolhido para a contação de história é o “Quem faz os dias da semana?” (Editora Larousse do Brasil), de autoria de Lúcia Pimentel Góes, professora titular de literatura infantil e juvenil da Universidade de São Paulo (USP), que irá prestigiar o evento.

Na oportunidade, os alunos também apresentarão os resultados de sua participarão no “Projeto Vitrine” mantido ela Casa de Livros. A partir da leitura e do estudo da obra “Quem faz os dias da semana?”, eles criaram a decoração artística das vitrines da Casa de Livros. O objetivo do projeto é de depurar os sentidos e ampliar a percepção das crianças, informando-os por meio do lúdico e da fantasia. Há um convite explícito de vivências de sonhos, conhecimento e diversão, num resgate afetivo da leitura.  “Reconstruímos um universo de re-significações dos temas lidos por meio da música, das artes, do teatro e de todas as formas de expressão”, destaca Denize Carvalho, sócia-proprietária da Livraria Casa de Livros. A vitrine produzida pelos alunos do colégio foi montada na última segunda-feira, dia 22 de agosto e permanecerá exposta durante uma semana.

INCLUSÃO - A inclusão, assunto que vem sendo discutido desde a década de 90, se apresenta como um dos grandes desafios para a educação brasileira. Tradicionalmente, a sociedade vem discriminando e segregando o portador de deficiência. Há mais de três décadas, a integração e a normalização surgiram para superar as práticas segregacionistas. A intenção é permitir que o deficiente participe de atividades sociais e educacionais interagindo com a comunidade.

O deficiente auditivo, cuja única limitação está na percepção dos sons, pode comunicar-se por meio da linguagem de sinais. Os lingüistas já identificaram mais de 100 diferentes linguagens de sinais, do sistema Adamorobe (em Gana) e do dialeto argelino ao que se sinalizam na Croácia e na Venezuela, todas elas distintas entre si, e todas exibindo o mesmo tipo de características que as definem como linguagens bem constituídas. Assim, como as línguas faladas correspondentes, as linguagens de sinais são um conjunto de símbolos que crianças e adultos pode aprender a reutilizar e a re-combinar sem limites, interagindo-os com a sociedade.

Em São Paulo, existem somente seis Escolas Municipais de Educação Especial — EMME Anne Sullivan, com 312 alunos; EMEE Mário Bicudo, com 157 alunos; EMEE Helen Keller, com cerca de mil alunos; EMEE Vera Lúcia Ribeiro, com 280 alunos; EMEE Neuza Basseto, com 300 alunos, e a EMEE Madre Lucie Bray, com 200. Em todas elas, alunos entre 3 e 40 anos aprendem a língua de sinais, cuja estrutura e léxico próprios, facilita a comunicação entre alunos, pais e professores.

Serviço:
Local: Livraria Casa de Livros
Endereço: Rua Capitão Otávio Machado, 259
Horário: 10 horas

__________________________________________________________
Fonte: Communica Brasil - Assessoria de Imprensa
Fechamento: 24/08/2005 - 21h00
Contatos: Fernanda Arantes - Tel:(11) 3865-3534 / [email protected]
Ref. http://www.consciencia.net/agencia/2005/2408-ppd.html

__________________________________________________________
Lembre-se que você tem quatro opções de participação: (I) Um email de cada vez; (II) Resumo diário; (III) Email de compilação; (IV) Sem emails (acesso apenas online). Para cancelar, responda solicitando.

Publicidade

.

------------------------------------------
Visite também:
—>.Busca no site
—>.Agência Consciência.Net
—>.Café da Manhã
—>.Cartas
—>.Mapa da revista
—>.Principal

------------------------------------------
Consciência.Net

__________________________________________________________
www.consciencia.net/agencia