Agência Consciência.Net; clique aqui
_____________________

NOTA PÚBLICA # 24/11/2006
Desenvolvimento nacional é respeitar os direitos dos brasileiros

------------------------------------------
Do Cimi – Conselho Indigenista Missionário, 24 de novembro de 2006


É com profunda indignação que reagimos às recentes declarações do presidente da República feitas em discursos para empresários, fazendeiros e governadores. Nesta semana, ele disse que as questões dos índios, quilombolas, ambientalistas e Ministério Público são entraves para o desenvolvimento do País. Também chamou de "penduricalhos" a legislação ambiental brasileira.

É inaceitável que a maior autoridade do país, com este tipo de afirmação, reforce o alto grau de preconceito existente contra negros e índios e também desrespeite o trabalho do Ministério Público, que tem por função fiscalizar o cumprimento das leis do país. Também é indigno de um presidente propor o retrocesso na garantia de direitos tão duramente conquistados na Constituição de 1988.

Lula já propôs a flexibilização da legislação ambiental para "destravar" as grandes obras. Com isso, poderiam ser construídas as hidrelétricas previstas, sem considerar o impacto sobre as comunidades locais e as tragédias ambientais que elas podem causar. Também aumentaria o plantio de soja na Amazônia, intensificando o desmatamento da floresta.

O presidente Lula foi eleito com votos de indígenas e negros, inclusive quilombolas. O que se espera é que seus direitos sejam plenamente respeitados e que o país seja colocado numa rota de um desenvolvimento sustentável, que respeite a diversidade étnica e cultural existente no Brasil, nosso maior patrimônio. Um desenvolvimento que beneficie toda a sociedade e não somente o grande capital.

 
------------------------------------------
Fonte: Cimi – Conselho Indigenista Missionário
Fechamento: 27/11/2006 - 21h30
Contatos: imprensa@cimi.org.br
Imagens: --
Ref. http://www.consciencia.net/2006/1127-cimi.html

__________________________________________________________
Lembre-se que você tem quatro opções de participação: (I) Um email de cada vez; (II) Resumo diário; (III) Email de compilação; (IV) Sem emails (acesso apenas online). Para cancelar, responda solicitando. [www.consciencia.net/agencia]

------------------------------------------
Visite também:
Opinião
Povos Indígenas
Questão agrária
—>.Busca no site
—>.Agência Consciência.Net
—>.Café da Manhã
—>.Cartas
—>.Mapa da revista
—>.Principal

Publicidade

.

------------------------------------------
Consciência.Net