Projeto Observatório Aula Virtual e Democracia
Plano de Trabalho de 2004
 
      Índice
Apresentação e contexto
Identificação
Público Beneficiário
Objetivo geral
Objetivos específicos
Objetivos operacionais
Justificativa
Procedimentos metodológicos
Recursos
Cronograma
Anexos
UNESCO & UnB
Observatório de Inclusão Educacional e Tecnologias Digitais


    Apresentação e contexto

    O presente observatório faz parte do projeto de pesquisa Aula Virtual e Democracia, desenvolvido pela professora doutora Raquel de Almeida Moraes, junto ao Grupo de Pesquisas da Plataforma Lattes do CNPQ Aprendizagem, Tecnologias e Educação a Distância desde 1999.

    A partir de 2003, parte desse projeto se integrou ao TEIA, o Observatório de Inclusão Digital e Tecnologias Educacionais da Cátedra da Unesco para a Educação a Distância da UnB, fruto de um protocolo de intenções celebrado entre a Faculdade de Educação da UnB e a Unesco, em atendimento às recomendações do documento Incluindo os Excluídos: Escola para Todos, Experiências de Educação a Distância no Brasil.

    Desde então, o projeto vem recebendo a valiosa contribuição de uma equipe de professores doutores e conselheiros mediante a troca de correspondência com artigos, links e reflexões entre os membros na internet.

    Este projeto parte do pressuposto que a democracia se constrói com a participação direta, como a dos gregos. Só que na época dos gregos, a democracia era limitada pela existência de escravos e hoje, com a WEB, a democracia direta é possível, apesar dos riscos da globalização e do complexo da Ciência e Tecnologia estarem ligados à indústria bélica e ao lucro monopolizado pelas grandes corporações transnacionais.

    Tendo isso presente, este observatório pretende estimular o desenvolvimento da cultura democrática em outros espaços, além dos presenciais, dentre os quais encontra-se o ciberespaço (internet ou  WEB), tanto em ambientes formais de ensino-aprendizagem, bem como na produção de conhecimentos e da cultura, entendida esta em  sua dimensão político-existencial  e espiritual.


    Identificação

Título: Observatório Aula Virtual e Democracia
Instituição: Universidade de Brasília, Faculdade de Educação
Pesquisador: Profª. Drª Raquel de Almeida Moraes
Conselho Acadêmico:



    Público Beneficiário

    Pesquisadores, professores, tomadores de decisão em políticas públicas, alunos de graduação e de pós-graduação, entidades, comunidade.


    Objetivo geral

    Efetuar reflexões sobre a emancipação humana e a possibilidade de uma educação midiática crítica e transformadora numa sociedade cada vez mais excludente e totalitária, onde os meios tecnológicos são monopolizados e exaltados em detrimento dos fins humanísticos, ficando o indivíduo mais alienado,  acentuando a perda da sua cidadania. 


    Objetivos específicos

    1. Observar e analisar as experiências de aulas virtuais do Consórcio Cederj, à luz da teoria crítica, selecionando as instituições mais carentes, com vistas a sua inclusão educacional mediante a utilização das tecnologias digitais.

    2. Identificar valores e saberes que contribuam para a emancipação da sociedade com vistas à elaboração de uma proposta pedagógico-midiática crítica emancipadora, bem como os “pseudo valores” (chavões ou clichês) que dificultam e/ou impedem essa emancipação, em busca de uma educação politécnica e humanista.


    Objetivos operacionais

    1. Pesquisar na Web dados e informações no que tange a reflexão teórica e a prática educativa no escopo da  área de ensino-aprendizagem (aula)  mediatizados (ou não) por ambientes virtuais na educação superior e cruzar com o observado no Cederj, aqui utilizado como estudo de caso.

    2. Identificar conteúdos significativos disponíveis em formato impresso que possam ser digitalizados.

    3. Cadastrar os referidos dados e conteúdos  no sítio do Observatório Aula Virtual e Democracia.

    4. Analisar, em cooperação com os pesquisadores integrantes do Conselho Acadêmico, os dados selecionados  com vistas a contribuir para o avanço quantitativo e qualitativo do campo educacional da área de ensino-aprendizagem em ambientes virtuais do ensino superior,   buscando favorecer os processos democráticos propiciando maior transparência na educação pública.

    5. Tornar disponível, na Web, para acesso livre, o acervo da base de dados e as análises produzidas pela equipe.

    6. Emitir Boletim com periodicidade regular informando à comunidade interessada o desenvolvimento da área.

    7. Estimular, por meio do ambiente Cibersaberes, a construção interdisciplinar de conhecimentos.

    8. Permitir aos professores da educação básica a expressão de suas  práticas em sala de aula com vistas ao intercâmbio e o estabelecimento de parcerias com outras escolas e universidades em torno de projetos pedagógicos que visem a construção de soluções aos  problemas e conflitos em comum.

    9. Propiciar Ambiente Virtual de Aprendizagem para a inclusão de disciplinas livres elaboradas por professores da área.

    10. Elaborar Mapa Digital da área (semestral e anualmente).


    Justificativa

    Partindo do pressuposto que a democracia se constrói com a participação direta,  a consulta, o diálogo, a comunicação, a tomada de decisão coletiva, o planejamento participativo em suma, com a Internet, pode ser viável entre os povos. E a participação, como principio democrático, precisa de valores, de Ética para existir, para ter concretude. Contudo, a realidade não é cor-de-rosa como quer os nossos sonhos e ideais nem a Ciência é neutra. Pelo contrário: a realidade é presa em uma teia de interesses que geram a opressão e a violência que nos oprime desde os tempos antigos. E uma das grandes dificuldades está em articular esses elementos de reflexão a uma proposta de educação telemática que seja diferente da atual, que é voltada para fins comerciais, reduzindo a educação à  qualificação visando a  empregabilidade em um mercado de trabalho cada vez mais excludente e competitivo, onde o indivíduo encontra-se alienado e com comportamentos do tipo "chavão", conforme ressaltam Lazarte e Tognolli.

    Sendo assim, essa pesquisa consiste num esforço teórico em sistematizar, observar, analisar, refletir e propor o uso democrático da internet na educação. Em vista disso, o presente projeto  tem a relevância de se comprometer com a  observação e a análise das tendências dos  cursos e práticas do ensino virtual no nível  superior da educação pública, contribuindo tanto diretamente para o mapeamento dessa realidade como indiretamente para o aperfeiçoamento da  qualidade de suas relações político-pedagógicas, estimulando teorias e ações mais democráticas e dialógicas entre os níveis superior e básico do ensino brasileiro, mediatizados pelos professores e aprendizes que terão acesso às informações disponibilizadas livremente no observatório deste projeto.


    Procedimentos metodológicos

Leitura, fichamento e discussão de textos afins com a teoria e a prática do ensino-aprendizagem em ambientes virtuais.

Utilização de ferramentas de pesquisa, tais como o yahoo, google, alta vista, cadê, etc. 

Registro e observação das experiências do Cederj nas seguintes categorias : universidade; faculdade; curso; histórico; currículo; disciplina;  existência ou não de projeto político-pedagógico; recursos tecnológicos (se há presença de plataforma própria ou não); interatividade; dialogismo; polifonia; intertextualidade; criticidade; criatividade;  participação; evasão; repetência, avaliação.

Produção de relatórios parciais para análises posteriores.


    Recursos

1 estagiário x 10 meses x 250,00 reais mês =  R$2.500,00

uma (1) passagem Tel-Aviv- Brasília (DF) e vice-versa para o prof. Dr. Ilan Gur-Ze´ev em dezembro de 2004  =  U$1,800  ou  R$5.220,00 (dólar a R$2,90 em dezembro de 2003),  com o objetivo de participar de uma reunião de avaliação das atividades desenvolvidas no ano de 2004 do presente observatório.

uma (1) passagem Rio de Janeiro-Brasília e vice-versa para o prof. Dr. Marco Silva  (R$1.000,00 -  valor estimado em dezembro de 2003), com o objetivo de participar de uma reunião de avaliação das atividades desenvolvidas no ano de 2004 do presente observatório.

uma (1) passagem São Paulo-Brasília e vice versa para o prof. Dr. Cláudio Júlio Tognolli (R$1.000,00 -  valor estimado em dezembro de 2003), com o objetivo de participar de uma reunião de avaliação das atividades desenvolvidas no ano de 2004 do presente observatório.

PS. O alojamento será providenciado junto ao apartamento de trânsito da universidade, assim como a alimentação junto à Reitora.

7 resmas de papel A4 =  R$100,00

1 cartucho preto e branco e 1 cartucho colorido para impressora HP 820 cxi =  R$200,00

2 caixas de CD ROM =  R$20,00 

1 caixa de disquetes =  R$10,00

Total:  R$10.050,00


    Cronograma


1. Pesquisa na Web sobre a reflexão teórica e a prática educativa no escopo da  área ensino-aprendizagem em ambientes virtuais de aprendizagem no ensino superior público (Aula Virtual e Democracia). Fev a Nov
 2. Identificação de conteúdos significativos disponíveis em formato impresso que possam ser digitalizados Fev a Nov
3. Cadastro dos referidos dados e conteúdos  no sítio do Observatório. Fev a Nov
4. Análise, em cooperação com os pesquisadores integrantes do Conselho Acadêmico, dos dados selecionados com vistas a contribuir no avanço qualitativo e quantitativo do campo educacional na área e buscando favorecer cada vez maior transparência na educação pública. Jun e Dez
5. Disponibilização, na Web, para acesso livre, do acervo da base de dados e das análises produzidas. Permanente
6. Emissão de Boletim com periodicidade regular  informando à comunidade interessada o desenvolvimento da área. Bimestral
7. Estímulo, por meio do ambiente Cibersaberes, à construção interdisciplinar de conhecimentos. Em função do apoio do setor de informática
8. Garantia de plataforma automatizada aos professores da educação básica para expressão de suas boas práticas em sala de aula com vistas ao intercâmbio e parcerias com outras escolas em projetos pedagógicos para solução de problemas. Em função do apoio do setor de informática
9. Oferta de Ambiente Virtual de Aprendizagem para a inclusão de disciplinas livres elaboradas por professores da área. Em função do apoio do setor de informática
10. Elaboração de Mapa Digital da área (semestral/anual). Em função do apoio do setor de informática


    Anexos
    I. Curriculum de Raquel de Almeida Moraes
    II. Projeto Aula Virtual e Democracia

...............................................................
Voltar: www.consciencia.net/aulavirtual


Observatório de Inclusão Educacional e Tecnologias Digitais - Unesco / UnB