Eleições e esquerda no Rio
Emir Sader, Jornal do Brasil, 15 de fevereiro, 2004


Uma vez mais se aproximam eleições e a esquerda no Rio parece não conseguir expressar sua força nas candidaturas que lideram as pesquisas. É um grande mistério - do qual o brizolismo e seus desdobramentos fazem parte - a ser desvendado: como uma cidade com uma presença significativa da opinião pública de esquerda tem tanta dificuldade para traduzir essa força no plano político? Não raras vezes, dois candidatos de direita chegaram ao segundo turno. E praticamente acabaram triunfando sempre candidatos das elites tradicionais, que têm impedido o Rio de desenvolver seu potencial social e cultural e de resgatar o caráter humano e solidário da cidade, perdido nos últimos tempos.

A falta de consciência do processo de desumanização e de decadência da cidade faz com que as elites tradicionais - de Moreira Franco a Marcelo Alencar, de Garotinho a César Maia, ao que se agregam agora próceres evangélicos - se sucedam nos governos, acentuando a perda de importância da metrópole e do Estado no plano nacional, pela mediocridade, o provincianismo, a falta de visão estratégica, o isolamento da capacidade criativa da intelectualidade e dos artistas em relação aos governos e, principalmente, a ausência do poder público nas amplas áreas dominadas pela ilegalidade e pela violência. 

As tentativas de renovação progressista, como aquela da candidatura de Chico Alencar à prefeitura, foram prejudicadas pela incompreensão, por parte das direções nacionais dos partidos de esquerda - a começar pelo PT -, da dinâmica específica do Rio de Janeiro. 

Esse risco continua a existir. Valendo-se da mediocridade da elite política local, o governo Lula subestima o potencial popular do Rio, esquecendo-se da votação arrasadora que recebeu no segundo turno de 2002. Da mesma forma que apostou, de maneira errada, na candidatura de Benedita da Silva há dois anos, mais por razões eleitorais nacionais, agora pretende promover uma candidatura igualmente sem perspectivas de vitória, com dificuldade de contar com a militância de esquerda e com intelectuais e artistas, e desvinculada dos sentimentos atuais do povo carioca, correndo o grave risco de sofrer uma grande derrota, como representante do governo Lula na cidade. Essa candidatura teria de arcar com o conservadorismo da política econômica do governo federal, com os danos da reforma da Previdência, com o corte de ministros do Rio, além da recessão e do desemprego, tornando-se frágil e incapaz de canalizar o potencial de esquerda existente no Rio. 

O Rio precisa de uma renovação política e ideológica, de um governo que privilegie efetivamente o social, com políticas voltadas prioritariamente para suas regiões marginais, de caráter educacional, de saúde pública, políticas culturais e de lazer. Precisa expressar no seu governo o vigor político e cultural da cidade, que precisa voltar a se tornar um pólo de reflexão, de crítica, de criação intelectual e artística, para o que já conta com excelentes universidades, várias delas com reitores com plena capacidade para exercer um papel político geral de primeira linha, além de tantos dos melhores artistas e intelectuais do Brasil. 

Somente uma candidatura de esquerda, que esteja vinculada às tradições combativas e populares da cidade, crítica e independente, pode expressar essas necessidades. Somente um governo de esquerda saberá fazer as opções estratégicas pelos mais pobres, sem abandonar as necessidades gerais da cidade. Somente um governo de esquerda pode catalisar os sentimentos e as energias criadoras dos cariocas e dos que aqui residem, para revigorar os sentimentos de esperança, de solidariedade e de cidadania. 

O Rio merece e precisa de um governo assim. Tomara que ainda haja tempo, discernimento e capacidade de articulação da esquerda carioca - sem que as direções nacionais de partidos atrapalhem - para reinserir a esquerda na luta política local e conseguir traduzir o seu potencial popular e democrático em uma candidatura que reflita tudo isso. Uma candidatura que possa renovar. 


Rio Serviços | Rio | Estados | Brasil

Busca no site | Café da Manhã | Principal..Consciência.Net


Publicidade

.